Exportar registro bibliográfico

Análise do controle glicêmico e de marcadores laboratoriais de função renal para a predição de crescimento fetal em gestantes com diabetes mellitus tipo 1 (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: CODARIN, RODRIGO ROCHA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOG
  • Subjects: COMPLICAÇÕES NA GRAVIDEZ; DIABETES MELLITUS NÃO INSULINO-DEPENDENTE; NEFROPATIAS; PREDIÇÃO; DESENVOLVIMENTO FETAL; BIOMARCADORES; DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL
  • Keywords: Birth weight; Diabetes complications; Fetal development/physiology; Forecasting; Kidney diseases; Pregnancy in diabetics
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O Diabetes mellitus tipo 1 (DM1) cursa com produção ausente ou irrisória de insulina e é a forma responsável pelos casos mais graves de distúrbios glicêmicos. O DM1 exerce forte influência sobre o crescimento fetal. Enquanto a hiperglicemia estimula o crescimento fetal devido à hiperinsulinemia, nas pacientes com vasculopatias a placentação inadequada pode levar o feto à restrição. Objetivos: identificar alterações de crescimento fetal e avaliá-las quanto a sua associação com o controle glicêmico materno e de marcadores laboratoriais de função renal. Métodos: foram avaliadas, de forma prospectiva em coorte observacional, 60 gestantes com DM1 que iniciaram o pré-natal no primeiro trimestre. A associação entre a classificação de peso ao nascimento com as seguintes variáveis foi analisada: média glicêmica, frequência de hipo e hiperglicemia, frequência de hipo e hiperglicemia grave, hemoglobina glicada, frutosamina, ácido úrico, creatinina e proteinúria de 24 horas. A predição do crescimento fetal também foi estudada. Resultados: Desvios do crescimento fetal em pacientes com DM1 ocorreram em 41% dos casos (n=25). Observou-se que 10% das gestações resultaram em PIG (n=6) e 31%, em GIG (n=19). Níveis aumentados de média glicêmica (p =0,006), baixa frequência de hipoglicemias (p = 0,027) e alta frequência de hiperglicemias (p = 0,014) se associaram a GIG no terceiro trimestre. Em todos os trimestres, valores séricos mais elevados de ácido úrico, creatinina eproteinúria de 24hs, se associaram de maneira significativa, ao grupo PIG. Foi construído um modelo, com taxa de acerto de 80.3%, para a predição de crescimento fetal com os valores de terceiro trimestre da média glicêmica e da creatinina. Conclusões: Foram identificadas variáveis relacionadas ao controle glicêmico materno e à marcadores laboratoriais de função renal que se associaram a alterações no crescimento fetal. Usando algumas dessas variáveis foi possível construir um modelo para predição do crescimento fetal com boa acurácia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CODARIN, Rodrigo Rocha; FRANCISCO, Rossana Pulcineli Vieira. Análise do controle glicêmico e de marcadores laboratoriais de função renal para a predição de crescimento fetal em gestantes com diabetes mellitus tipo 1. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-17072018-121335/ >.
    • APA

      Codarin, R. R., & Francisco, R. P. V. (2018). Análise do controle glicêmico e de marcadores laboratoriais de função renal para a predição de crescimento fetal em gestantes com diabetes mellitus tipo 1. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-17072018-121335/
    • NLM

      Codarin RR, Francisco RPV. Análise do controle glicêmico e de marcadores laboratoriais de função renal para a predição de crescimento fetal em gestantes com diabetes mellitus tipo 1 [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-17072018-121335/
    • Vancouver

      Codarin RR, Francisco RPV. Análise do controle glicêmico e de marcadores laboratoriais de função renal para a predição de crescimento fetal em gestantes com diabetes mellitus tipo 1 [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-17072018-121335/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021