Exportar registro bibliográfico

Síntese e processamento de compósito cerâmico zircônia-grafeno (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: MANARãO, DIEGO SANTOS - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODB
  • Subjects: ZIRCÔNIA; SINTERIZAÇÃO; DENSIDADE; MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE VARREDURA
  • Keywords: Densidade; Density; Dureza Vickers; Fracture toughness; Grafeno; Microscopia eletrônica de Varredura; Óxido de grafeno reduzido; Reduced graphene oxide; Scanning Electron Microscopy; Sinterização SPS; SPS sintering; Tenacidade à fratura; Vickers hardness; Y-TZP; Y-TZP. Graphene; Zirconia; Zircônia
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desse trabalho foi desenvolver um compósito cerâmico de zircônia-grafeno para aplicação odontológica. Este estudo avaliou o efeito do pó de partida, concentração de grafeno e da temperatura de sinterização sobre as propriedades mecânicas (dureza e tenacidade à fratura) do compósito desenvolvido. Para isto foram sintetizados os pós de Y-TZP a partir de soluções de óxido-cloreto de zircônio e cloreto de ítrio na proporção desejada de 3mol% através da rota de co-precipitação em solução de hidróxido de amônio seguido por uma série de lavagens em água, etanol e butanol com posterior destilação azeotrópica, secagem, moagem e calcinação. O grafeno foi obtido a partir da exfoliação química de grafite pelo método de Hummers [40] modificado por Marcano [39], o que resultou em um gel acastanhado que foi submetido a lavagem por centrifugação, secagem e desaglomeração em almofariz de ágata, resultando, por fim, no óxido de grafeno. Uma segunda etapa foi o processo de redução química com ácido ascórbico para obtenção de óxido de grafeno reduzido, um pó de coloração escura que foi adicionado à Y-TZP para a obtenção do compósito nas diversas concentrações (em mol%) que foram estudadas: (0,01%, 0,05%, 0,10%, 0,50%, 1,00% e 2,00%). Os pós foram caracterizados por termogravimetria, difração de raios X e espectroscopia (FT-IR). Os espécimes foram confeccionados em matriz metálica cilíndrica e sinterizados em forno tubular em atmosfera inerte. Outros espécimes foram confeccionados emmatriz de grafite de alta densidade e sinterizados por Spark Plasma Sintering (SPS). Todas as amostras foram caracterizadas por meio de ensaios de densidade, dureza Vickers, tenacidade à fratura e microscopia eletrônica de varredura. Os maiores valores de densidade relativa foram observados para as amostras sinterizadas em SPS, sendo que se obteve valor de densidade relativa de 98,7 % para a concentração de 0,50% de grafeno e 98,4% para a Y-TZP pura. Por outro lado, o maior valor encontrado em sinterização em atmosfera a 1400°C sem a presença de H2 para Y-TZP pura foi da ordem de 96,76%. Os valores de dureza foram maiores nas amostras sinterizadas em SPS, no entanto a tenacidade à fratura mostrou não se alterar em função do conteúdo de grafeno. As fotomicrografias de MEV mostraram que houve uma variação de tamanho de grão de acordo com a presença do grafeno e do método de sinterização. De acordo com os resultados obtidos neste trabalho foi possível concluir que o processamento desenvolvido permitiu a criação de um compósito cerâmico zircônia-grafeno que pôde ser caracterizado por diversos métodos analíticos. A densidade teórica do compósito desenvolvido não foi alcançada por meio de nenhum dos métodos de sinterização utilizados (Tubular ou SPS) e nem variando-se a temperatura. Para espécimes sinterizados em atmosfera inerte, a maior temperatura de sinterização (1400°C) e a presença do gás H2 não melhorou a densificação. Além disso, esses espécimes tiveram aumento da durezacom o aumento da concentração de grafeno, entretanto, a sua tenacidade à fratura não foi afetada pelo teor de grafeno. Para espécimes sinterizados por meio de SPS, a temperatura de sinterização de 1350°C resultou em melhores valores de densificação. Além disso, para este tipo de sinterização, tanto a dureza como a tenacidade à fratura foram afetadas pelo teor de grafeno
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANARÃO, Diego Santos; CESAR, Paulo Francisco. Síntese e processamento de compósito cerâmico zircônia-grafeno. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23140/tde-12062018-093929/ >.
    • APA

      Manarão, D. S., & Cesar, P. F. (2018). Síntese e processamento de compósito cerâmico zircônia-grafeno. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23140/tde-12062018-093929/
    • NLM

      Manarão DS, Cesar PF. Síntese e processamento de compósito cerâmico zircônia-grafeno [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23140/tde-12062018-093929/
    • Vancouver

      Manarão DS, Cesar PF. Síntese e processamento de compósito cerâmico zircônia-grafeno [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23140/tde-12062018-093929/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020