Exportar registro bibliográfico

Avaliação e identificação da toxicidade aguda com bactéria Aliivibrio fischeri nas águas superficiais da cidade de São Paulo (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, BRUNO DE - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: TOXICOLOGIA AMBIENTAL; POLUIÇÃO AMBIENTAL; TENSOATIVOS
  • Language: Português
  • Abstract: A poluição dos rios brasileiros é, atualmente, um grande problema para as autoridades governamentais já que a demanda dos recursos hídricos vem crescendo nos últimos anos. Os rios Tietê, Pinheiros e Tamanduateí foram de grande importância para a cidade de São Paulo em seu período de industrialização, contudo o próprio desenvolvimento industrial impactou permanentemente os mesmos. Preocupados com a saúde ambiental, órgãos fiscalizadores estaduais iniciaram forte fiscalização para coibir e responsabilizar os principais culpados. Esta política pública resultou em uma diminuição das concentrações de poluentes orgânicos e inorgânicos, porém muito pouco foi efetivamente feito com relação ao esgoto doméstico, e, como consequência, a toxicidade das águas dos rios permanece elevada. Os estudos de Avaliação e identificação da toxicidade englobam diversas metodologias reunidas em três documentos pela USEPA - Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, onde método físico-químico e testes toxicológicos são usados para identificar substâncias tóxicas, ou grupo de substâncias tóxicas que contribuem efetivamente para a toxicidade total de uma amostra. A abordagem rotineiramente utilizada baseia-se no fracionamento da amostra de acordo com suas propriedades físico-químicas: volatilidade, solubilidade e capacidade de formar complexos, ou de ser reduzida, oxidada, ionizada, entre outras. Em conjunto com os ensaios químicos, os ensaios toxicológicos, em especial o Sistema Microtox®, contribuem na investigação da toxicidade para os rios metropolitanos Tietê, Pinheiros e Tamanduateí, que se mostrou eficaz na determinação dos grupos de compostos, sendo os compostos orgânicos apolares, orgânicos voláteis, tensoativos e as partículas, as principais fontes da toxicidade para esses rios. Embora muitas informações sobre a toxicidade tenham sido descobertas,a identificação dos compostos só pode ser realizada por análises químicas mais robustas uma vez que um grande número de substâncias, metabólitos e subprodutos de degradação são facilmente encontrados neste tipo de amostra. Mesmo sofrendo algumas modificações, deve-se incentivar o uso desta metodologia para outros rios a fim de determinar os principais toxicantes responsáveis pela toxicidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.05.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Bruno de; NASCIMENTO, Elizabeth de Souza. Avaliação e identificação da toxicidade aguda com bactéria Aliivibrio fischeri nas águas superficiais da cidade de São Paulo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-04072018-162928/ >.
    • APA

      Souza, B. de, & Nascimento, E. de S. (2018). Avaliação e identificação da toxicidade aguda com bactéria Aliivibrio fischeri nas águas superficiais da cidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-04072018-162928/
    • NLM

      Souza B de, Nascimento E de S. Avaliação e identificação da toxicidade aguda com bactéria Aliivibrio fischeri nas águas superficiais da cidade de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-04072018-162928/
    • Vancouver

      Souza B de, Nascimento E de S. Avaliação e identificação da toxicidade aguda com bactéria Aliivibrio fischeri nas águas superficiais da cidade de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-04072018-162928/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021