Exportar registro bibliográfico

Psicologia e políticas públicas de enfrentamento de pobreza: desafios para a formação e atuação de psicólogos (as) (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, RENATA DA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: POBREZA; POLÍTICAS PÚBLICAS; ASSISTÊNCIA SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa consistiu em refletir sobre a pobreza e sobre a formação e atuação de psicólogos(as) em políticas públicas direcionadas ao enfrentamento desse fenômeno. A metodologia utilizada foi baseada na análise documental referente à legislação, aos currículos e às pesquisas de pós-graduação relativas aos temas abordados. Desse modo, foram contempladas a legislação sobre as políticas públicas de enfrentamento da pobreza, principalmente, a política de assistência social; a legislação e as orientações técnicas sobre a formação e a atuação de psicólogos(as) na referida área; as pesquisas realizadas em cursos de pós-graduação em Psicologia, e, ainda, uma análise de dez currículos de cursos de graduação de Psicologia das diversas regiões do país, obtidas por meio dos sites de Instituições de Educação Superior (IES). A análise foi feita com base no referencial do materialismo histórico e dialético. Considerou-se que as políticas de enfrentamento da pobreza apresentam contradições no que se refere aos objetivos estabelecidos e à maneira como são concretizadas, pois, são muitas as disparidades estruturais e institucionais que historicamente têm dificultado ou mesmo impedido a oferta de serviços qualificados a todos que deles necessitam. No que tange à atuação de psicólogos(as) nos serviços de proteção básica da assistência social, há, por um lado, a manutenção de ideologias, de preconceitos e de estereótipos por parte dos profissionais diante da pobreza e da pessoa pobre; poroutro, as investigações sinalizam, também, a ocorrência de mudanças na prática profissional, que se expressam na busca por maneiras de compreender os multideterminantes da questão social e o rompimento com concepções naturalizadas e individualizantes, historicamente arraigadas na Psicologia. Quanto à formação, por meio da análise de currículos, foi possível constatar que as políticas públicas e a pobreza constituem temas que começam a ser discutidos em disciplinas que compõem as grades de algumas IES. No entanto, em outras, faltam disciplinas fundamentais para a reflexão sobre a questão social e a preparação para o trabalho em políticas públicas. Considera-se que a ausência de subsídios teórico-práticos durante a formação contribui para que esta ocorra de maneira fragmentada e que o profissional continue realizando formas tradicionais de intervenção, como as baseadas no modelo clínico individual, que tem como base concepções patologizantes. A produção de conhecimentos por intermédio das pesquisas de pós-graduação, em sua maioria, apresenta concepções críticas sobre a formação e a atuação de psicólogos(as) em políticas públicas, podendo contribuir na organização do ensino e na busca por uma formação condizente com a realidade social. Por fim, pondera-se a necessidade da formação contemplar não só conteúdos e técnicas, mas, também, vivências, experiências e reflexões teórico-práticas, realizadas coletivamente, por meio de atividades de ensino e aprendizagem presenciais.Assim, torna-se possível ao futuro profissional o desenvolvimento de sua consciência, de modo que lhe permita contribuir para a transformação de crenças e afetos cristalizados social e historicamente e, consequentemente, para a superação de ideologias diante da pobreza, sendo este fenômeno o principal responsável por exclusões e preconceitos na atualidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.04.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Renata da; SEKKEL, Marie Claire. Psicologia e políticas públicas de enfrentamento de pobreza: desafios para a formação e atuação de psicólogos (as). 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-06072018-105916/ >.
    • APA

      Silva, R. da, & Sekkel, M. C. (2018). Psicologia e políticas públicas de enfrentamento de pobreza: desafios para a formação e atuação de psicólogos (as). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-06072018-105916/
    • NLM

      Silva R da, Sekkel MC. Psicologia e políticas públicas de enfrentamento de pobreza: desafios para a formação e atuação de psicólogos (as) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-06072018-105916/
    • Vancouver

      Silva R da, Sekkel MC. Psicologia e políticas públicas de enfrentamento de pobreza: desafios para a formação e atuação de psicólogos (as) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-06072018-105916/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021