Exportar registro bibliográfico

Pasteuria thornei, a novel biological seed treatment for root lesion nematode control in soybean and maize (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: CONFORT, PEDRO MARCUS DE SOUZA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LFN
  • Subjects: BACTÉRIAS; CONTROLE BIOLÓGICO; MILHO; NEMATOIDES PARASITOS DE PLANTAS; SEMENTES; SOJA
  • Language: Inglês
  • Abstract: O gênero Pasteuria compreende bactérias gram-positivas parasitas obrigatórias de artrópodes e nematoides. A distribuição das espécies deste gênero pelo mundo é ubíqua, podendo ser encontradas em ambientes aquáticos e terrestres. Este gênero foi descrito no final do século XIX e sofreu consideráveis reclassificações em relação às espécies nele compreendidos. A partir da década de 80, deu-se início a um esforço de classificação mais minucioso com relação à identificação de Pasteuria spp. e seus hábitos parasitários. Estes estudos foram motivados, principalmente, pela capacidade dos indivíduos deste gênero em parasitar nematoides fitoparasitas de diversas culturas. Cada espécie do gênero Pasteuria estabelece relações parasitárias com um gênero específico de fitonematoide. A exemplo desta interação, Pasteuria thornei é um parasita restrito ao gênero Pratylenchus, que compreende os nematoides causadores das lesões radiculares, daninhos a diversas culturas de importância agronômica. Considerando a relevância atual de estudos envolvendo o controle biológico de fitonematoides, no presente trabalho foram realizados três experimentos, cada um contendo uma réplica em época distinta, totalizando, portanto, seis experimentos. Dois experimentos tiveram por objetivo verificar a eficácia de P. thornei como agente de controle biológico (ACB) de Pratylenchus brachyurus na cultura da soja. E os demais quatro experimentos abordaram o patossistema Pratylenchus zeae-milho. Para esse objetivo,foram realizados dois experimentos com o intuito de verificar a eficácia de P. thornei como agente de controle biológico de P. zeae em milho, e outros dois experimentos para testar a capacidade do ACB em reduzir a perda de produtividade em plantas de milho decorrente do parasitismo do nematoide. Para os experimentos de soja, às sementes da cultivar SYN1080 foram adicionados os tratamentos como se segue: três concentrações de endósporos de P. thornei por semente (5x106, 107 e 1,5x107), um grupo de controle químico comercial para comparação contendo abamectina (0,58 mg / semente) e um tratamento misto contendo abamectina (0,58 mg / semente) e 107 endósporos de P. thornei. Sementes não tratadas foram utilizadas como testemunha. As sementes tratadas foram semeadas em copos de plástico de 500 cm3 contendo solo inoculado com 1000 nematoides (experimento 1) e 600 nematoides (experimento 2). A massa de raiz fresca e os nematoides extraídos das raízes de cada planta foram utilizados como critério de avaliação dos experimentos, a qual foi realizada aos 60 e 90 dias após a inoculação (DAI). Apenas o tratamento com a maior concentração de P. thornei (1,5x107) reduziu a população final de nematoides de maneira significativa atingindo 30-50% de redução, comparado àquele contendo sementes não tratadas. No entanto, os tratamentos que contém abamectina foram superiores na redução da população final de nematoides em todos os experimentos avaliados. Em relação aos experimentos de eficácia emmilho, sementes do híbrido CELERON foram tratadas como explicitado: quatro concentrações de endósporos de P. thornei por semente (5x106, 107, 1,5x107 e 2x107), um grupo de controle comercial para comparação contendo abamectina (0,58 mg / semente) e um tratamento misto contendo abamectina (0,58 mg / semente) e 107 endósporos de P. thornei. As sementes tratadas de milho foram semeadas em copos de plástico de 500cm3 contendo solo inoculado com 4000 e 1000 indivíduos para os experimentos de eficácia 1 e 2, respectivamente. As avaliações ocorreram aos 60 e 90 DAI. Para os estudos de produtividade, foram realizados os experimentos 3 e 4 sob um telado com parcelas experimentais constituídas por vasos de 9L preenchidos de solo infestado artificialmente. Sementes do híbrido CELERON foram utilizadas contendo os seguintes tratamentos: abamectina (0,58mg / semente), P. thornei (107 endósporos/semente) e um tratamento misto contendo abamectina (0,58mg / semente) e P. thornei (107 endósporos/semente). Dois tratamentos adicionais contendo sementes não tratadas serviram de testemunhas, com e sem Pratylenchus zeae. A avaliação consistiu na medição de várias características agronômicas, como peso seco da parte aérea, massa fresca de raízes no momento da colheita e peso total dos grãos. Adicionalmente, foi mensurada a população de nematoides em raízes frescas aos 45, 90 dias e no momento da colheita. Os ensaios de eficácia mostraram que as concentrações mais elevadas de P. thornei (1,5x107 e2x107) possuem um potencial mensurável de controle de P. zeae. A redução da população de nematoides foi de 54 e 47% nos experimentos 1 e 2, respectivamente. A formulação comercial de abamectina mostrou uma redução da população de nematoides superior a 90% em ambos os experimentos. No que diz respeito aos experimentos de produtividade de milho, o potencial de controle de nematoides por P. thornei foi semelhante ao observado no estudo de eficácia. O tratamento com abamectina teve efeito na redução das perdas de rendimento causadas por P. zeae em ambos os experimentos; assim como os tratamentos misto (abamectina e P. thornei) e aquele contendo apenas P. thornei que apresentaram desempenho positivo em ambas as repetições. Em nenhum dos experimentos foi observado efeito sinérgico ou aditivo entre P. thornei e abamectina. Com os dados obtidos nestes experimentos, fica evidente o potencial de controle de P. thornei sobre P. brachyurus e P. zeae em soja e milho, respectivamente. Ainda, tanto P. thornei quanto abamectina apresentam o potencial de mitigar as perdas de rendimento causadas por P. zeae em milho através do tratamento de sementes. Isso evidencia a importância de P. thornei como uma ferramenta adicional para o manejo desses nematoides, e deve encorajar trabalhos subsequentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.02.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CONFORT, Pedro Marcus de Souza; INOMOTO, Mario Massayuki. Pasteuria thornei, a novel biological seed treatment for root lesion nematode control in soybean and maize. 2018.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-02072018-093507/ >.
    • APA

      Confort, P. M. de S., & Inomoto, M. M. (2018). Pasteuria thornei, a novel biological seed treatment for root lesion nematode control in soybean and maize. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-02072018-093507/
    • NLM

      Confort PM de S, Inomoto MM. Pasteuria thornei, a novel biological seed treatment for root lesion nematode control in soybean and maize [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-02072018-093507/
    • Vancouver

      Confort PM de S, Inomoto MM. Pasteuria thornei, a novel biological seed treatment for root lesion nematode control in soybean and maize [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-02072018-093507/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021