Exportar registro bibliográfico

Tomato chlorosis virus: purificação, produção de antissoro, reação de genótipos e avaliação de danos em batateira (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINTO, LUIZ RAFAEL - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LFN
  • Subjects: BATATA; CLOROSE; GENÓTIPOS; INSETOS VETORES; TOMATE; VÍRUS DE PLANTAS
  • Keywords: Antissoro policlonal; Crinivirus
  • Language: Português
  • Abstract: O Tomato chlorosis virus (ToCV) é uma espécie do gênero Crinivirus que causa danos, principalmente na cultura do tomateiro (Solanum lycopersicum). Foi primeiramente isolado e descrito em 1998, nos Estados Unidos, e em seguida foi reportado em doze países. No Brasil, foi constatado primeiramente no Estado de São Paulo, na região de Sumaré, em 2008, e posteriormente nos Estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Há evidência da sua presença também nos Estados do Paraná e Santa Catarina. O ToCV pode infectar outras solanáceas além do tomateiro e, recentemente, foi observado infectando plantas de batata (Solanum tuberosum) no Brasil. Esse crinivirus é transmitido no Brasil principalmente pelo aleirodídeo (mosca branca) Bemisia tabaci MEAM1. Considerando o patossistema batateira/ToCV, não há estudos sobre a ocorrência, sintomatologia em diferentes variedades e danos provocados por esse crinivirus. Também não há antissoro policlonal para o isolado brasileiro do ToCV para uso na diagnose da doença em solanáceas. Esse trabalho teve por objetivos: purificar o ToCV e produzir antissoro policlonal; avaliar a reação de genótipos de batateira à infecção com o ToCV; avaliar o dano provocado por esse vírus em duas variedades de batateira. A purificação do vírus a partir de folhas de tomateiro e a produção de antissoro policlonal em coelho foram satisfatórias. No entanto, o antissoro não foi eficiente em ELISA, mas sim em dot-blot e somente na diluição de 1:20.Foi avaliada a reação de 21 genótipos de batateira à infecção com o ToCV, por meio da inoculação com B. tabaci MEAM1, com chance de escolha do vetor. Nenhum genótipo exibiu resistência à infecção; enquanto a variedade Camila foi assintomática e não apresentou alteração na fotossíntese. Plantas de batateira das variedades Ágata e Asterix sadias foram inoculadas com o ToCV, por meio da B. tabaci MEAM1 e ao final foram avaliadas a massa fresca da parte aérea, peso e número dos tubérculos colhidos. Em dois experimentos independentes, as reduções médias no peso fresco da parte aérea foram de 60,1% para Ágata e 46% para Asterix. Porém, as reduções nas produções dessas variedades, no primeiro experimento foram de 99,5% e 98,1%, respectivamente; enquanto no segundo os valores foram de 82,3% e 56,2%, respectivamente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.02.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Luiz Rafael; BERGAMIN FILHO, Armando. Tomato chlorosis virus: purificação, produção de antissoro, reação de genótipos e avaliação de danos em batateira. 2018.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-29062018-091055/ >.
    • APA

      Pinto, L. R., & Bergamin Filho, A. (2018). Tomato chlorosis virus: purificação, produção de antissoro, reação de genótipos e avaliação de danos em batateira. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-29062018-091055/
    • NLM

      Pinto LR, Bergamin Filho A. Tomato chlorosis virus: purificação, produção de antissoro, reação de genótipos e avaliação de danos em batateira [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-29062018-091055/
    • Vancouver

      Pinto LR, Bergamin Filho A. Tomato chlorosis virus: purificação, produção de antissoro, reação de genótipos e avaliação de danos em batateira [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-29062018-091055/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020