Exportar registro bibliográfico

Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: CARLONI, PAOLA REGINA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: JORNALISMO; TEORIA CRÍTICA; PRÁTICA PROFISSIONAL; IDEOLOGIA; NARRAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho tem como objetivo compreender a formação no Jornalismo. Para isso, com base nos conceitos desenvolvidos pelos autores da Teoria Crítica da Sociedade, principalmente Adorno, Benjamin e Horkheimer, compreende-se a formação como um processo social que envolve formar o indivíduo para a autonomia e para a emancipação, abrangendo os aspectos da cultura de maneira geral e não apenas a formação escolar, mesmo que esta também faça parte de modo importante do processo formativo. A formação deve se desenvolver em um sentido cultural amplo, buscando uma consciência verdadeira que vise o combate à barbárie, tendo em vista o desenvolvimento de civilidade. Na Modernidade, há o empobrecimento da capacidade de fazer experiências e o declínio das narrações com o surgimento da informação, como aponta Benjamin. Esses conceitos teóricos e ainda outros relacionados à epistemologia do Jornalismo são discutidos nos dois primeiros capítulos em que se faz, também, uma análise histórica do surgimento do Jornalismo como área de atuação e profissão até as mais recentes Diretrizes Curriculares estabelecidas em 2013; é realizada uma leitura crítica de teorias e materiais didáticos da área. Analisa-se, ainda, nos dois últimos capítulos, a concepção de formação, compreensão histórica, epistemológica e a relação entre Jornalismo e desenvolvimento social por meio de entrevistas semiestruturadas com 33 professores jornalistas que ministram aulas em cursos de Jornalismo em três grupos deinstituições: pública, filantrópica e particular. Conclui-se, ao final, que o Jornalismo é produto deste momento histórico e por isso contém em si limites e contradições. Não se pode idealizar ou desconsiderar as contradições inerentes ao próprio processo formativo que também comparece na formação do jornalista. Nas entrevistas e nos materiais analisados, é possível perceber que há uma deficiência epistemológica na área do Jornalismo e que os formadores estão mais voltados para o produto jornalístico, a notícia, e sua relação com a sociedade em um sentido de produzir cidadania, desenvolvimento social e influenciar a opinião pública, do que para aspectos amplos da formação, como cultura geral, história e epistemologia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARLONI, Paola Regina; CROCHIK, Jose Leon. Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-04072018-180043/ >.
    • APA

      Carloni, P. R., & Crochik, J. L. (2018). Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-04072018-180043/
    • NLM

      Carloni PR, Crochik JL. Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-04072018-180043/
    • Vancouver

      Carloni PR, Crochik JL. Narração, ideologia e experiência: os desafios da formação no jornalismo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-04072018-180043/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021