Exportar registro bibliográfico

Novas abordagens vacinais contra Streptococcus mutans (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PASSOS, HéLIC MOREIRA - ICB
  • Unidades: ICB
  • Sigla do Departamento: BMM
  • Subjects: CÁRIE DENTÁRIA; STREPTOCOCCUS MUTANS; VACINAS; ADJUVANTES IMUNOLÓGICOS; MUCOSA ORAL; PROTEÍNAS RECOMBINANTES
  • Keywords: Streptococcus mutans; Streptococcus mutans; Adjuvantes; Adjuvants; Cárie dental; Dental caries; Imunização sublingual; Sublingual immunization; Vaccines; Vacinas
  • Language: Português
  • Abstract: Streptococcus mutans é considerado o principal agente etiológico da cárie dental humana, uma doença crônica e de caráter infeccioso. A doença apresenta uma ampla incidência e é considerada um importante problema de saúde pública mundial. A adesão inicial de S. mutans à superfície dental é dependente da interação da proteína de superfície P1 e a aglutinina salivar adsorvida ao dente. Sendo assim, a proteína P1 e seus fragmentos são considerados importantes alvos em novas estratégias vacinais contra a cárie dental. O presente trabalho teve como objetivo desenvolver e caracterizar estratégias vacinais de mucosa contra S. mutans, em que empregamos como antígeno modelo a proteína P139-512, um fragmento N-terminal derivado da proteína P1. Para esse fim, empregamos esporos não recombinantes de Bacillus subtilis e um mutante atóxico da toxina termo-lábil (LTK63) de Escherichia coli enterotoxigência (ETEC) como adjuvantes vacinais. A proteína P139-512 foi obtida por meio de sistema de expressão baseado em linhagem recombinante de B. subtilis. As formulações vacinais foram baseadas na coadministração da proteína P139-512 com os esporos e/ou LTK63 pela via sublingual. Os resultados obtidos demostraram as propriedades imunomoduladoras dos dois adjuvantes sobre as respostas de anticorpos. No entanto, o adjuvante LTK63 foi capaz de induzir maiores títulos de anticorpos antígeno-específicos e desencadear respostas de mucosa com a indução de anticorpos IgA secretores (S-IgA) em amostras desaliva. Além disso, a formulação com esse adjuvante induziu repostas de anticorpos mais eficientes na capacidade de reconhecer a proteína P1 nativa, expressa na superfície de linhagens de S. mutans. A estratégia utilizando os dois adjuvantes não foi capaz de aumentar a magnitude das respostas de anticorpos sistêmicos e de S-IgA quando comparada à administração da P139-512 + LTK63. Em conclusão, os resultados abrem perspectivas para o desenvolvimento de estratégias vacinais de mucosa direcionadas para o controle da cárie dental baseadas na coadministração de antígenos de S. mutans com o adjuvante LTK63
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.03.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PASSOS, Hélic Moreira; FERREIRA, Rita de Cassia Cafe. Novas abordagens vacinais contra Streptococcus mutans. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-25062018-105937/ >.
    • APA

      Passos, H. M., & Ferreira, R. de C. C. (2018). Novas abordagens vacinais contra Streptococcus mutans. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-25062018-105937/
    • NLM

      Passos HM, Ferreira R de CC. Novas abordagens vacinais contra Streptococcus mutans [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-25062018-105937/
    • Vancouver

      Passos HM, Ferreira R de CC. Novas abordagens vacinais contra Streptococcus mutans [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-25062018-105937/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020