Exportar registro bibliográfico

Determinação de um perfil de marcadores associados às desordens neurocognitivas em indivíduos portadores de HIV-1 (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, ANA CAROLINA SOARES DE - IMT
  • Unidade: IMT
  • Subjects: HIV; MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS; BIOMARCADORES
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar da introdução da HAART, formas leves de Transtornos Neurocognitivos Associados ao HIV (HAND) permanecem altamente prevalentes, afetando metade de todos os indivíduos infectados. A inflamação sistêmica e localizada induzida pelo HIV é considerada um dos mecanismos da HAND, e embora muitos biomarcadores potenciais tenham sido estudados, até o momento nenhum deles provou ser útil na prática clínica. Portanto, o objetivo desse trabalho foi investigar os níveis de biomarcadores de ativação celular, neurodegeneração e virológicos, no líquido cefalorraquidiano (CSF), e também marcadores genéticos no sangue, buscando associá-los à presença de HAND. Materiais e métodos: Utilizando um desenho transversal, níveis dos marcadores de ativação celular sCD14, Neopterina, MCP-1, IL-1b, IL-6, TNF-?, CXCL-10, IFN-? e MIP-1?; marcadores neuronais Tau, p-Tau, A?40, A?42 e Neurofilamentos; carga viral de HIV e níveis ApoE foram mensurados em 84 amostras de LCR , e a genotipagem do vírus, bem como a genotipagem da ApoE, foram feitas no sangue de 33 indivíduos infectados pelo HIV com alteração neurocognitiva assintomático (ANI), 15 com alteração neurocognitiva de leve a moderada (MND), 15 com demência associada ao HIV ( HAD), 14 controles infectados pelo HIV (C HIV +) e 7 controles não infectados pelo HIV (C HIV-). Os dados clínicos também foram avaliados. Resultados: O parâmetro de idade diferiu estatisticamente entre os grupos, por isso foi ajustado para análise posterior. Os controles HIV+ e o grupo HAND estavam todos sob HAART e aproximadamente 96% deles apresentaram carga viral plasmática e liquórica suprimidas. Os marcadores de neurodegeneração não diferiram estatisticamente entre os grupos. No entanto, os marcadores de ativação celular IFN-gama, IL-1beta e sCD14, juntamente com a ApoE, mostraram diferenças significativas.A análise discriminatória revelou que ApoE e IL-1? juntos possuem maior poder discriminatório para diferenciar o grupo HAND dos controles HIV+. A IL-1b mostrou um aumento progressivo no declínio cognitivo, enquanto os níveis de ApoE mostraram-se mais elevados nos controles HIV+, grupo que também teve a maior porcentagem de genótipo ?4. sCD14 por sua vez mostrou-se elevado no grupo HAND, enquanto IFN-? apresentou queda. Conclusão: Os resultados reforçam o conceito de que a elevação da regulação das citocinas pró-inflamatórias, como sCD14 e IL-1beta, pode desempenhar um papel na patogênese da HAND, mesmo nos pacientes com supressão viral.Em contrapartida, nenhum marcador de neurodegeneração apresentou diferença estatística entre os grupos. É possível que as diferenças encontradas em relação a ApoE nos grupos, tanto tem termos de regulação como a presença do genótipo e4, indique algum mecanismo compensatório, que poderia resultar em um fator protetor contra HAND, portanto deve ser melhor estudado.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.03.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Ana Carolina Soares de; ROMANO, Camila Malta. Determinação de um perfil de marcadores associados às desordens neurocognitivas em indivíduos portadores de HIV-1. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.
    • APA

      Oliveira, A. C. S. de, & Romano, C. M. (2018). Determinação de um perfil de marcadores associados às desordens neurocognitivas em indivíduos portadores de HIV-1. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Oliveira ACS de, Romano CM. Determinação de um perfil de marcadores associados às desordens neurocognitivas em indivíduos portadores de HIV-1. 2018 ;
    • Vancouver

      Oliveira ACS de, Romano CM. Determinação de um perfil de marcadores associados às desordens neurocognitivas em indivíduos portadores de HIV-1. 2018 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020