Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de método para avaliação do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, NATALIA VIEIRA DE - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: FARMACOTÉCNICA; POLIMORFISMO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve por finalidade desenvolver um método para a caracterização do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol (MBZ), discriminatório para as formas polimórficas do fármaco. Pertencendo a classe II do Sistema de Classificação Biofarmacêutica (SCB), além da baixa solubilidade, o MBZ é bastante crítico por apresentar-se comercialmente disponível em duas formas polimórficas (A e C) e misturas destas. Além disso, pouca informação é encontrada acerca de métodos de dissolução de suspensões. O material apresentado está dividido em três capítulos, sendo o primeiro deles uma revisão da literatura sobre a dissolução de suspensões de fármacos que apresentam polimorfismo. Neste capítulo é feita uma abordagem sobre questões relacionadas ao desenvolvimento de métodos, como inserção das amostras na cuba de dissolução, agitação, uso de tensoativos no meio e a quantificação do fármaco. No segundo capítulo é apresentado o desenvolvimento do método de dissolução, com ênfase no estudo da solubilidade das formas polimórficas A e C de MBZ e sua interação com tensoativos. Foram realizados ensaios de solubilidade pelo método do equilíbrio, cálculo de concentração micelar crítica para os tensoativos lauril sulfato de sódio e polissorbato 80, sendo ao final realizado delineamento experimental (DOE) para o desenvolvimento do método. Pela avaliação do DOE, o local de inserção da amostra não influencia a dissolução de MBZ, por outro lado, a presença de tensoativo, assim como a formapolimórfica empregada, exercem efeito nos resultados apresentados. A partir destas informações, o método indicado para avaliação das suspensões de MBZ com potencial discriminatório de suas formas polimórficas foi definido pela utilização do aparato 2 (pá) a 75 rpm, com 2 litros de HCl 0,1 M sem tensoativo, como meio de dissolução. No último capítulo, o método desenvolvido foi utilizado na avaliação de especialidades farmacêuticas adquiridas no Brasil e em alguns países da América Latina, sendo os respectivos perfis de dissolução, comparados por meio de uma análise multivariada de componentes principais, com formulações contendo o MBZ em diferentes proporções de polimorfos. A partir dos resultados, foi possível observar que grande parte das formulações comercializadas não apresentaram perfil de dissolução satisfatório, isso pode estar relacionado com a presença considerável de polimorfo A nas matérias-primas utilizadas, comprometendo assim a sua solubilidade.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.05.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Natalia Vieira de; FERRAZ, Humberto Gomes. Desenvolvimento de método para avaliação do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-11062018-103942/ >.
    • APA

      Souza, N. V. de, & Ferraz, H. G. (2018). Desenvolvimento de método para avaliação do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-11062018-103942/
    • NLM

      Souza NV de, Ferraz HG. Desenvolvimento de método para avaliação do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-11062018-103942/
    • Vancouver

      Souza NV de, Ferraz HG. Desenvolvimento de método para avaliação do perfil de dissolução de suspensões de mebendazol [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-11062018-103942/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021