Exportar registro bibliográfico

Análise reaxométrica para compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: KOCK, FLÁVIO VINÍCIUS CRIZÓSTOMO - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: PARAMAGNETISMO; RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
  • Language: Português
  • Abstract: este trabalho analisou-se por ressonância magnética nuclear em baixa (RMN-BR) e em alta resolução (RMN-AR), compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução. Demonstrou-se que estas são importantes ferramentas para o estudo destas espécies em meio aquoso, visando aplicações tanto em química analítica quanto em química inorgânica e bioinorgânica. Os estudos iniciais foram realizados com o ligante EDTA (Y4-), clássico agente quelante, e seus complexos com os íons Cu2+, Fe3+ e Mn2+. Os resultados demonstraram que a RMN-BR (20 MHz para o 1H) torna-se uma eficiente alternativa à espectrofotometria, principalmente para o estudo de complexos que não absorvem radiação no visível, como por exemplo, o quelato [Mn-Y]2-. A relaxometria por RMN-BR também foi usada para estudar soluções de quitosana (Chi) e seus complexos com os mesmos íons paramagnéticos previamente abordados para o EDTA. Os resultados demonstraram a eficiência da relaxometria tanto para os estudos de agregação polimérica em função do pH quanto para os estudos de complexação. Foram também abordados complexos de sorbitol com íons Cu2+ tanto por relaxometria quanto por RMN-AR (600 MHz para o 1H). Neste caso, os resultados apresentaram uma alta complementariedade, permitindo inferir tanto acerca da troca de ligantes em solução e do pH ótimo para a complexação, quanto do surgimento de espécies macromoleculares com baixos coeficientes de autodifusão (D ≈ 1,58 x10-10 mm2.s-1) em meio alcalino (pH ≈ 12). Além do mais, foram avaliados novos complexos de Gd3+ com relevância biológica (agentes de contrastes), derivados do ligante AAZTA (6-amino-6-metilperhidro-1,4-diazepinaOs resultados demonstraram que as relaxividades paramagnéticas (r1p) foram de 7,44 mM-1.s-1 e 9,41 mM-1.s-1 para os derivados funcionalizados lateralmente com os ácidos propanoico e pentanoico, respectivamente, em comparação ao ligante precursor, 7,10 mM-1.s-1. Os estudos relaxométricos in vitro mostraram que estes novos derivados são menos susceptíveis à transmetalação com íons endógenos (Zn2+ e Ca2+), quando comparado ao AAZTA, possibilitando projetar o seu uso como agentes de contraste em tomografia por ressonância magnética (MRI). Aplicações relaxométricas in vivo foram realizadas utilizando o derivado contendo o ácido pentanoico conjugado ao peptídeo FibPep, apto a se ligar à proteína fibrina (presente em células tumorais). Os resultados demonstraram uma alta habilidade deste complexo para o assinalamento precoce e inequívoco do câncer de próstata (linhagem tumoral PC-3) em camundongos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.04.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOCK, Fávio Vinicius Crizóstomo; COLNAGO, Luiz Alberto. Análise reaxométrica para compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução. 2017.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75135/tde-22052018-093716/pt-br.php >.
    • APA

      Kock, F. V. C., & Colnago, L. A. (2017). Análise reaxométrica para compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75135/tde-22052018-093716/pt-br.php
    • NLM

      Kock FVC, Colnago LA. Análise reaxométrica para compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75135/tde-22052018-093716/pt-br.php
    • Vancouver

      Kock FVC, Colnago LA. Análise reaxométrica para compostos de coordenação contendo íons paramagnéticos em solução [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75135/tde-22052018-093716/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021