Exportar registro bibliográfico

Os sinais vitais de paciente com sepse internados na UTI: além dos parâmetros fisiológicos (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FIGUEIREDO, MARIA LAURA FERREIRA DE - EERP
  • Unidades: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ENFERMAGEM; PROGNÓSTICO; SEPSE; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Apesar dos recentes estudos, a sepse ainda é uma das mais importantes causas de hospitalização e morte nas Unidades de Terapia intensiva (UTI). A equipe de enfermagem tem papel primordial no reconhecimento dos sinais e sintomas iniciais e acredita-se que a aferição dos sinais vitais de forma carreta e completa, possa ser uma ferramenta simples, de baixo custo e não invasiva, para avaliar a predisposição a um desfecho de alta ou óbito nos pacientes sépticos em UTI. Objetivo: Avaliar a relação dos sinais vitais aferidos pela equipe enfermagem no momento do diagnóstico de sepse, com o desfecho clínico e com os scores MEWS e qSOFA. Métodos: Trata-se de um estudo com delineamento observacional, analítico que utilizou dados de fontes secundários e o tratamento dos dados com abordagem metodológica quantitativa. Resultados: A média de idade dos pacientes foi de 56,4 anos e a maioria do sexo masculino, 53,4%. As doenças cardiovasculares ocuparam 43,1% das comorbidades existentes. O tempo médio de internação em UTI foi 8,0 dias e de internação hospitalar total de 29,6 dias e os pacientes sobrevivestes permaneceram mais tempo internados tanto hospitalar quanto na UTI. A frequência cardíaca variou entre 38 e 162 bpm e foi observado que os pacientes que foram a óbito apresentavam-se mais taquicárdicos do que os sobrevivestes. O desfecho de óbito ocupou mais de 70% dos casos analisados e após a aplicação dos escores qSOFA e MEWS não foi observado associação estatisticamente significativa entre eles e o desfecho (p=0,215). Conclusão: A aferição da frequência cardíaca no momento do diagnóstico de sepse pode ser utilizado como ferramenta efetiva, rápida, não invasiva e de baixo custo, para auxiliar no diagnóstico e predição de maior risco de óbito nos pacientes sépticos em UTI
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.01.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FIGUEIREDO, Maria Laura Ferreira de; STABILE, Angelita Maria. Os sinais vitais de paciente com sepse internados na UTI: além dos parâmetros fisiológicos. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018.
    • APA

      Figueiredo, M. L. F. de, & Stabile, A. M. (2018). Os sinais vitais de paciente com sepse internados na UTI: além dos parâmetros fisiológicos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Figueiredo MLF de, Stabile AM. Os sinais vitais de paciente com sepse internados na UTI: além dos parâmetros fisiológicos. 2018 ;
    • Vancouver

      Figueiredo MLF de, Stabile AM. Os sinais vitais de paciente com sepse internados na UTI: além dos parâmetros fisiológicos. 2018 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020