Exportar registro bibliográfico

Automontagem de filamentos de septinas estudada por microscopia eletrônica (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: MENDONçA, DéBORAH CEZAR - IFSC
  • Unidade: IFSC
  • Sigla do Departamento: FCI
  • Subjects: PROTEÍNAS; MICROSCOPIA ELETRÔNICA; PROCESSAMENTO DE IMAGENS
  • Keywords: Análise de partícula única; Microscopia eletrônica de transmissão; Septinas; Septins; Single particle analysis; Transmission electron microscopy
  • Language: Português
  • Abstract: SEPT5 no complexo, foi realizada uma fusão com MBP (Maltose Binding Protein) e imunomarcação com anticorpo monoclonal anti-SEPT5, concluindo que a SEPT5 está localizada na extremidade do complexo hexamérico. Porém, a SEPT5 pertence ao mesmo grupo da SEPT2, que foi relatada estar localizada no centro do hexâmero. Este resultado possibilitou uma nova discussão sobre a maneira que as septinas formam os complexos e, como a sensibilidade à concentração salina está relacionada com a fragilidade da interface NC, análogo ao observado em complexos de Saccharomyces cerevisiae. Um complexo de Ciona intestinalis incluindo a SEPT2, SEPT6, SEPT7 e SEPT9, também expresso heterólogamente em E. coli, foi preparado por contrastação negativa. A análise de partícula única das imagens coletadas mostrou um heterocomplexo aparentemente hexamérico, embora fosse esperado um octâmero devido à presença das quatro septinas diferentes, sendo uma pertencente à cada um dos quatro grupos. Os resultados deste trabalho proporcionaram um avanço na compreensão da formação de heterocomplexos de septinas e como essas proteínas interagem umas com as outras nesta montagemSeptinas são GTPases consideradas como um novo componente do citoesqueleto. Essas proteínas interagem entre si para formar heterocomplexos filamentosos e estruturas de alta ordem que são importantes para a citocinese e uma variedade de outros processos celulares. Existem muitos aspectos mecânicos dessas proteínas que não são totalmente compreendidos, incluindo a forma como os heterocomplexos se agrupam corretamente. Em humanos, há 13 genes que codificam septinas, classificadas em quatro grupos quanto à similaridade em relação à estrutura primária. O complexo hexamérico SEPT7-SEPT6-SEPT2-SEPT2-SEPT6-SEPT7 foi o melhor caracterizado, com uma estrutura cristalina resolvida à 4 Å. Segundo às Regras de Kinoshita, as septinas desse complexo podem ser substituídas nesse arranjo por outras pertencentes ao mesmo grupo. Neste trabalho utilizamos a técnica de microscopia eletrônica de transmissão com análise de partícula única para estudar dois complexos de septinas. Um dos complexos estudados neste projeto é formado por septinas humanas, para as quais atualmente não há informações estruturais disponíveis. O complexo SEPT5-SEPT6-SEPT7 foi expresso heterólogamente em E. coli e purificado em alta concentração salina para evitar a polimerização. A análise de partículas únicas de imagens por contrastação negativa mostrou a presença de partículas alongadas de aproximadamente 25 nm de comprimento, compostos por seis monômeros, como esperado. Com o objetivo de localizar a posição da
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENDONÇA, Déborah Cezar; GARRATT, Richard Charles. Automontagem de filamentos de septinas estudada por microscopia eletrônica. 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-04062018-115405/ >.
    • APA

      Mendonça, D. C., & Garratt, R. C. (2018). Automontagem de filamentos de septinas estudada por microscopia eletrônica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-04062018-115405/
    • NLM

      Mendonça DC, Garratt RC. Automontagem de filamentos de septinas estudada por microscopia eletrônica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-04062018-115405/
    • Vancouver

      Mendonça DC, Garratt RC. Automontagem de filamentos de septinas estudada por microscopia eletrônica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-04062018-115405/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021