Exportar registro bibliográfico

Estudo da resistência à isoniazida em Mycobacterium tuberculosis: uma caracterização estrutural e biofísica de mutações missense no gene inhA identificados a partir de isolados clínicos (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: PACHECO, SAIR MAXIMO CHAVEZ - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMM
  • Subjects: CATALASE; PEROXIDASE; MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS; RESISTÊNCIA MICROBIANA ÀS DROGAS; MUTAÇÃO GENÉTICA; TUBERCULOSE; ANTIBIÓTICOS; ÁCIDOS GRAXOS
  • Keywords: Mycobacterium tuberculosis; Mycobacterium tuberculosis; Drug resistance; InhA; InhA; Isoniazid; Isoniazida; Resistência antimicrobiana
  • Language: Português
  • Abstract: A tuberculose, causada por Mycobacterium tuberculosis, ainda é uma emergência de saúde pública global. O surgimento das cepas multirresistentes (MDR) e das cepas extensivamente resistentes (XDR) agravam a situação, diminuindo o número de fármacos disponíveis para o tratamento. Embora a isoniazida seja uma das primeiras moléculas introduzidas no tratamento da tuberculose, diferentes mecanismos de resistência têm sido propostos e o tema ainda não foi totalmente esclarecido. Neste trabalho foi realizada a caraterização estrutural e biofísica de 7 mutantes da proteína InhA identificadas a partir de isolados clínicos de M. tuberculosis resistentes à isoniazida. Os ensaios de calorimetria de titulação isotérmica (ITC) mostram diminuições nos valores da constante de dissociação (Kd) dos mutantes para os NADH em aproximadamente cinco vezes quando comparado com a proteína selvagem. As estruturas cristalográficas dos mutantes de InhA mostram novas moléculas de água que parecem estar envolvidas nas variações entrópicas e entálpicas observadas em dados calorimétricos. Estes resultados corroboram e sugerem que a diminuição na afinidade pelo NADH e a desestabilização do tetrâmero de InhA podem ser fenômenos associados a resistência à isoniazida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.02.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PACHECO, Sair Maximo Chavez; DIAS, Marcio Vinícius Bertacine. Estudo da resistência à isoniazida em Mycobacterium tuberculosis: uma caracterização estrutural e biofísica de mutações missense no gene inhA identificados a partir de isolados clínicos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-09042018-171215/ >.
    • APA

      Pacheco, S. M. C., & Dias, M. V. B. (2018). Estudo da resistência à isoniazida em Mycobacterium tuberculosis: uma caracterização estrutural e biofísica de mutações missense no gene inhA identificados a partir de isolados clínicos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-09042018-171215/
    • NLM

      Pacheco SMC, Dias MVB. Estudo da resistência à isoniazida em Mycobacterium tuberculosis: uma caracterização estrutural e biofísica de mutações missense no gene inhA identificados a partir de isolados clínicos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-09042018-171215/
    • Vancouver

      Pacheco SMC, Dias MVB. Estudo da resistência à isoniazida em Mycobacterium tuberculosis: uma caracterização estrutural e biofísica de mutações missense no gene inhA identificados a partir de isolados clínicos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-09042018-171215/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021