Exportar registro bibliográfico

Educação infantil, dimensão brincalhona, gênero e profissão docente: o que as professoras e professores têm aprendido com meninas e meninos pequenas/os? (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ANSELMO, VIVIANE SOARES - FE
  • Unidades: FE
  • Subjects: GÊNERO (SUBSTANTIVO); EDUCAÇÃO INFANTIL; MENINAS; MENINOS; RELAÇÕES DE GÊNERO
  • Keywords: Dimensão brincalhona; Early childhood education; Educação infantil; Gender; Gênero; Little girls and boys; Meninas e meninos pequenos; Playful dimension; Profissão docente; Teaching profession
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa de Mestrado investigou as possibilidades de retomada da dimensão brincalhona de professoras/es da Educação Infantil, dimensão esta entendida como principal pré-requisito de tal profissão docente em construção. Para tanto, foi realizado um estudo de caso, de caráter qualitativo, em uma das Creches/Pré-Escolas da Universidade de São Paulo, com observação da jornada educativa de um grupo de meninas e meninos pequenas/os (5 anos de idade) e de sua professora, além de momentos coletivos com todas as demais crianças, as professoras e o professor da instituição. Também foram realizadas entrevistas semiestruturadas com a professora da turma observada e com o único professor da equipe, além da coleta e da análise de documentos, como o Projeto Político-Pedagógico da Creche/Pré-Escola. As análises dos dados foram realizadas em articulação com a produção brasileira e estrangeira de pesquisas recentes no campo da Pedagogia da Educação Infantil e das Ciências Sociais (como a Sociologia e a Antropologia), bem como na interface com as Artes na primeira infância, sobretudo com as corpóreas. As reflexões sobre os encontros entre meninas, meninos, professoras e professor da Creche/Pré-Escola, especialmente em momentos de brincadeira, também foram realizadas à luz das discussões que articulam Educação Infantil, gênero e profissão docente. Os dados coletados apontaram, entre outras questões, para a importância das relações centradas nas brincadeiras, nas linguagens do corpo,nas experiências artísticas e criativas, para que, no encontro com as crianças, professoras/es reconstruam suas dimensões brincalhonas de ser a partir de uma disponibilidade corporal e de um olhar atento para as criações de crianças pequenas. Além disso, o estudo discute o potencial transgressor da brincadeira na Pedagogia da Infância que buscamos: não escolarizada, não sexista, permeada por múltiplas formas de expressão, pela abertura à/ao outra/o e pela desconstrução das formas de dominação e poder
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.03.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANSELMO, Viviane Soares; PRADO, Patricia Dias. Educação infantil, dimensão brincalhona, gênero e profissão docente: o que as professoras e professores têm aprendido com meninas e meninos pequenas/os?. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-08052018-131727/ >.
    • APA

      Anselmo, V. S., & Prado, P. D. (2018). Educação infantil, dimensão brincalhona, gênero e profissão docente: o que as professoras e professores têm aprendido com meninas e meninos pequenas/os?. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-08052018-131727/
    • NLM

      Anselmo VS, Prado PD. Educação infantil, dimensão brincalhona, gênero e profissão docente: o que as professoras e professores têm aprendido com meninas e meninos pequenas/os? [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-08052018-131727/
    • Vancouver

      Anselmo VS, Prado PD. Educação infantil, dimensão brincalhona, gênero e profissão docente: o que as professoras e professores têm aprendido com meninas e meninos pequenas/os? [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-08052018-131727/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020