Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito antinociceptivo da dexametasona e da betametasona como coadjuvantes no bloqueio sacral em pacientes com dor lombar (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: KITAYAMA, ANTONIO TAKASHI - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: CIÊNCIAS DA SAÚDE; DOR LOMBAR; LOCOMOÇÃO; REABILITAÇÃO; BIOMECÂNICA
  • Keywords: Betametasona; Betamethasone; Dexametasona; Dexamethasone; Dor lombar; Lumbar pain; Ocular pressure; Pressão ocular; Sacral
  • Language: Português
  • Abstract: hemoglobina glicada foram semelhantes entre os grupos, e sem alteração quando comparados com valores iniciais (p>0,05). Ambos grupos relataram insônia relativa nos primeiros dias pós-bloqueio (p<0,05). Não houve alteração de peso corporal e da pressão arterial durante o tratamento entre os fármacos avaliados (p>0,05). Entretanto, 3 pacientes que receberam dexametasona e 2 que receberam betametasona inicialmente, apresentam medida de pressão ocular aumentada (p<0,05). Como conclusões, a analgesia da dexametasona foi superior quando comparada à da betametasona, (p<0,05). Entretanto ambos grupos apresentaram aumento da pressão ocular e prejuízo do sono noturno, não relevante este último. Finalmente, uma vez que a dexametasona foi superior à betametasona em relação à analgesia e demonstrada ser mais segura em relação à formação de agregados, sugere-se a dexametasona como escolhaCorticosteroide por via espinal é uma das alternativas no processo de tratamento da dor radicular quando o tratamento conservador falhou. Sua administração por via epidural vem sendo reavaliada devido ao risco de sequelas, provenientes da obstrução de vasos sanguíneos, associadas a outros efeitos adversos próprios dos corticosteroides. O presente estudo visou avaliar o efeito analgésico da administração de diferentes corticosteroides, exemplificados pela dexametasona e pela betametasona, administrados por via epidural. Vinte e seis pacientes portadores de dor neuropática secundário à hérnia de disco participaram do estudo. A punção sacral foi realizada com combinação de 40 mg de lidocaína, 30 µg de clonidina e 10 mg de dexametasona ou 10 mg de betametasona, diluídos para volume final 10 ml, com solução fisiológica a 0,9%, após comprovação com contraste não-iodado do perfeito posicionamento da agulha no espaço epidural. Este procedimento foi repetido uma vez por semana por 2 semanas seguidas, e após um intervalo de 3 semanas foi realizado mais duas vezes, uma vez por semana, sendo o total de 4 procedimentos por paciente. Treze pacientes iniciaram com dexametasona epidural durante as primeiras duas semanas, e prosseguiram com betametasona após período de descanso de três semanas, sendo que cada paciente atuou como seu próprio controle. Os pacientes foram avaliados em relação à analgesia, incidência de efeitos adversos e alteração das concentrações plasmáticas de íons, cortisol, adrenocorticotrofina e glicemia. Vinte e três pacientes completaram o estudo. Cada paciente foi o seu próprio controle e, no mesmo paciente, o efeito analgésico da dexametasona foi superior ao da betametasona. (p<0,05). Cortisol e adrenocorticotrofina plasmáticos reduziram no sétimo dia após realização do bloqueio (p<0,05), As demais medidas de concentrações plasmáticas de íons Na+, K+, Ca++, glicemia inicial, pós-prandial e
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KITAYAMA, Antonio Takashi; LAURETTI, Gabriela Rocha. Avaliação do efeito antinociceptivo da dexametasona e da betametasona como coadjuvantes no bloqueio sacral em pacientes com dor lombar. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29032018-112355/ >.
    • APA

      Kitayama, A. T., & Lauretti, G. R. (2017). Avaliação do efeito antinociceptivo da dexametasona e da betametasona como coadjuvantes no bloqueio sacral em pacientes com dor lombar. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29032018-112355/
    • NLM

      Kitayama AT, Lauretti GR. Avaliação do efeito antinociceptivo da dexametasona e da betametasona como coadjuvantes no bloqueio sacral em pacientes com dor lombar [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29032018-112355/
    • Vancouver

      Kitayama AT, Lauretti GR. Avaliação do efeito antinociceptivo da dexametasona e da betametasona como coadjuvantes no bloqueio sacral em pacientes com dor lombar [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29032018-112355/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021