Exportar registro bibliográfico

Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: PIRES, LAÍS ALCÂNTARA - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Subjects: CERÂMICA; COLORIMETRIA; COR; ENVELHECIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito deste trabalho foi avaliar, in-vitro, a alteração de cor da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado (EAA), variando-se os seguintes aspectos: processo de confecção (cerâmica monolítica e com infraestrutura coberta por cerâmica de revestimento), espessuras de 1,5 e 2,0mm e substratos de resina e liga metálica, com e sem cimento. Para isso foram confeccionadas 40 pastilhas de cerâmica IPS e.max Press, que foram divididas em 2 grupos (n=20): LT (cerâmica de baixa translucidez na cor A2) e HO (cerâmica de alta opacidade). Neste grupo as pastilhas foram confeccionadas com 0,5mm de espessura e, posteriormente, revestidas com a cerâmica IPS e.max Ceram na cor A2 e com espessuras de 1,0 e 1,5mm. Foram utilizados substratos em resina composta (n=20) e em liga metálica (cobre-alumínio) (n=20). Para a cimentação foi utilizado o cimento de polimerização dual Variolink II, na cor translúcida. A leitura da cor foi realizada em um espectrofotômetro (Minolta CM2600d), equipado com fonte de luz padrão D65 (luz do dia). A cor determinada no aparelho é expressa em coordenadas CIE L* a* b* e os valores correspondentes foram utilizados para calcular o E. Foram feitas as seguintes comparações: discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos antes do EAA; discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos após o EAA; discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica cimentadas sobre os substratos após o EAA; discos de cerâmica antes do EAA vs discos de cerâmica após o EAA. Os dados foram submetidos a análise estatística (ANOVA) a 3 critérios e (ANOVA) a 2 critérios e testes de Tukey, p<0,05). Os resultados mostraram que:1. os grupos somente de discos de cerâmica vs discos de cerâmica com 1,5 e 2,0mm de espessuras, cimentadas em substratos de resina e liga metálica, antes do EAA. O menor valor encontrado de E (E=3,6) foi com o grupo de discos da cerâmica HOA2 com 2mm de espessura cimentados em substrato de metal, seguido pelo grupo da mesma cerâmica com 1,5mm de espessura cimentada em substrato de resina. O maior valor encontrado (E=10,0) foi com os discos de cerâmica LTA2 com 1,5 e 2mm de espessuras e cimentados em substrato de metal; 2. os grupos com discos de cerâmicas com 1,5 e 2,0mm de espessuras e cimentados em substratos de resina e liga metálica antes do EAA vs o mesmo grupo após EAA. Os grupos de discos com a cerâmica HOA2 com 2mm de espessura cimentados em substrato de metal teve menor alteração de cor (E=1,1) e a maior alteração de cor ocorreu com o grupo da cerâmica LTA2 com 2mm de espessura cimentada em substrato de metal (E=2,1); 3. os grupos somente com discos de cerâmica antes do EAA vs grupos de cerâmicas com discos de 1,5 e 2,0mm de espessuras e cimentados em substratos de resina e liga metálica após o EAA. O menor valor encontrado (E=3,7) foi com a cerâmica HOA2 com revestimento e 2mm de espessura cimentada em substrato de metal. O maior valor encontrado (E=10,0) foi o da cerâmica LTA2 com 1,5 e 2mm de espessuras cimentadas em substrato de metal; 4. os grupos discos de cerâmica, antes e após o processo de EAA O grupo que teve menor alteração de cor foi o da cerâmica HOA2 com 1,5mm (E=0,6). O grupo que teve maior alteração de cor foi o da cerâmica LTA2 com 2mm (E=2,2). Concluiu-se que o EAA causou alteração na cor final das cerâmicas de dissilicato de lítio, levando-se em conta as variáveis pesquisadas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIRES, Laís Alcântara; PEGORARO, Luiz Fernando. Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado. 2017.Universidade de São Paulo, Bauru, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-23042018-220311/publico/LaisAlcantaraPires.pdf >.
    • APA

      Pires, L. A., & Pegoraro, L. F. (2017). Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-23042018-220311/publico/LaisAlcantaraPires.pdf
    • NLM

      Pires LA, Pegoraro LF. Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-23042018-220311/publico/LaisAlcantaraPires.pdf
    • Vancouver

      Pires LA, Pegoraro LF. Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio, após o envelhecimento artificial acelerado [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-23042018-220311/publico/LaisAlcantaraPires.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021