Exportar registro bibliográfico

Interferência do clima e efeito do estado nutricional de colmeias de abelhas Apis mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) sobre a infestação e a reprodução do ácaro parasita Varroa destructor (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: MENDES, ELISA CIMITAN - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: ENTOMOLOGIA; ABELHAS; DIETA COM RESTRIÇÃO DE PROTEÍNAS; CLIMA
  • Keywords: Abelhas Africanizadas; Ausência de rainha; Dieta proteica; Variáveis climáticas; Varroa destructor; Africanized bees; Climate variables; Protein diet; Queenlessness
  • Language: Português
  • Abstract: A apicultura brasileira melhorou muito após a introdução da abelha africana em 1956 pelo geneticista Warwick Kerr e a ocorrência da sua hibridização com as abelhas europeias já presentes no país. Entre outras vantagens, esta abelha híbrida ou Africanizada é relativamente resistente às doenças e parasitas que normalmente-afligem as abelhas. A apicultura depende de recursos naturais e apresenta oscilações de produção de acordo com as condições do clima e ambiente regionais. Em épocas de ausência de floradas, a reserva de alimento na colônia é insuficiente e o fornecimento de alimentação artificial às abelhas torna-se aconselhável. Vários estudos com suplementações proteicas para abelhas têm sido realizados com a finalidade de proporcionar melhor nutrição nos períodos de escassez de alimento no campo. Entretanto, há de se avaliar também os efeitos destes suplementos nas populações parasitárias das abelhas, como a do ácaro Varroa destructor. Este ácaro constitui uma importante praga e está presente praticamente no mundo todo. Os objetivos principais deste estudo consistiram em avaliar a dinâmica da população de V. destructor quanto aos graus de infestação e reprodução em colônias de abelhas Africanizadas localizadas em um apiário de Ribeirão Preto-SP, relacionando com as principais variáveis climáticas (primeira etapa) e com o fornecimento de dieta proteica complementar (segunda etapa). De agasto de 2013 a outubro de 2016, foram realizados experimentas com abelhas operarias, tanto em adultas (1ª etapa) como em crias (1ª e 2ª etapas). Para a segunda etapa, considerou-se também as variáveis de mapeamento das colónias, como as quantidades de pólen, néctar, cria aberta e cria operculada e as variáveis de sazonalidade, levando-se em conta as quatro estações do ano. Para ambas as etapas observou-se a presença ou ausência natural de rainhanas colônias e sua influência sobre a infestação e reprodução de varroas. Os resultados mostraram, quanto às variáveis climáticas, relação significativa e negativa da temperatura do ar com a infestação de varroas nas abelhas adultas. A umidade relativa do ar apresentou relação significativa e positiva com a infestação do ácaro, tanto em adultas como nas crias. Nenhuma variável climática considerada neste estudo (temperatura, umidade ou precipitação), mostrou evidência de influência sobre a reprodução dos ácaros. Houve um aumento de mais de 3% no grau de infestação de varroas nas crias de abelhas em colônias que receberam a dieta proteica adicional em comparação às colônias controle, de 7,83(±7,35)% para 10,97(±9,74)%. Entretanto, este aumento não foi significativo. Quanto à reprodução de varroas, o fornecimento da dieta proteica apresentou influência significativa sobre o aumento do número de ácaros encontrados por célula infestada, somente nos meses de Setembro de 2015 e Fevereiro de 2016. As variáveis de mapeamento apresentaram relação significativa com a infestação de varroas, sendo negativa quanto ao pólen ou crias abertas e positiva quanto ao néctar ou crias operculadas. Nenhuma dessas variáveis apresentaram efeitos significativos sobre a reprodução de varroas. As infestações de varroas foram maiores no outono, em seguida o verão, o inverno e a primavera. Houve diferença significativa entre os valores de infestação entre as estações, exceto entre verão e outono e entre inverno e primavera. A reprodução do ácaro foi maior no outono e em seguida o inverno, o verão e a primavera. Não houve diferença significativa na reprodução do ácaro somente entre as estações verão e primavera. A ausência de rainha influenciou significativamente no aumento da infestação de ácaros na segunda etapa dos experimentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENDES, Elisa Cimitan; DE JONG, David. Interferência do clima e efeito do estado nutricional de colmeias de abelhas Apis mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) sobre a infestação e a reprodução do ácaro parasita Varroa destructor. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-16012018-114016/ >.
    • APA

      Mendes, E. C., & De Jong, D. (2017). Interferência do clima e efeito do estado nutricional de colmeias de abelhas Apis mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) sobre a infestação e a reprodução do ácaro parasita Varroa destructor. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-16012018-114016/
    • NLM

      Mendes EC, De Jong D. Interferência do clima e efeito do estado nutricional de colmeias de abelhas Apis mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) sobre a infestação e a reprodução do ácaro parasita Varroa destructor [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-16012018-114016/
    • Vancouver

      Mendes EC, De Jong D. Interferência do clima e efeito do estado nutricional de colmeias de abelhas Apis mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) sobre a infestação e a reprodução do ácaro parasita Varroa destructor [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-16012018-114016/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021