Exportar registro bibliográfico

Padronização do modelo experimental de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: BORGES, PAULO ALVIM - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOT
  • Subjects: TRAUMATISMOS DA MEDULA ESPINHAL; CAMUNDONGOS; MODELOS ANIMAIS; NEUROCIRURGIA
  • Keywords: Mice; Models animal; Spinal cord injuries
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A lesão da medula espinal é um dos grandes desafios da medicina. Apesar de décadas de pesquisa sobre o assunto, seu tratamento ainda não é satisfatório. A padronização de modelos de lesão da medula espinal permite a reprodutibilidade e a análise dos resultados sendo importante para a pesquisa sobre o tema. OBJETIVO: Validar a padronização de um modelo de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos. MÉTODOS: Submetemos 30 camundongos BalbC divididos em 4 grupos experimentais e um grupo controle à lesão da medula espinal torácica por queda de peso de diferentes alturas (gerando lesões de graus variados). O grupo controle (SHAM) foi submetido apenas à laminectomia. Os camundongos foram avaliados por seis semanas durante as quais foram aplicadas escalas de avaliação funcional motora. Após seis semanas os animais foram sacrificados para avaliação histológica das medulas espinais lesadas. Os achados foram correlacionados entre si para validar se a lesão foi efetiva e se os grupos diferenciaram-se entre os diferentes graus de lesão. Adicionalmente avaliamos se as escalas utilizadas são aplicáveis e se são fiéis aos achados histológicos. RESULTADOS: Seis dos trinta camundongos do experimentos evoluíram para óbito sendo um do Grupo 3, um do Grupo 4 e quatro do Grupo 5. Um camundongo do Grupo 4 apresentou autofagia. O Grupo 5 foi excluído do experimento por alta mortalidade e perda de dados. Todas as escalas funcionais estudadas foram estatisticamente diferentes entre si e demonstraram evoluçãodurante o experimento. Os achados foram confirmados por histologia e apresentaram uma correlação forte com as escalas BBB e BMS e moderada a forte com a escala MFS. A Escada Horizontal apresentou forte correlação com a degeneração neurológica porém não apresentou correlação com os demais parâmetros histológicos estudados. CONCLUSÃO: O modelo de lesão da medula espinal em camundongos apresentado neste estudo é efetivo, confiável e reprodutível, com exceção da lesão causada por queda de peso (10g) de 50mm de altura, que traz mortalidade inaceitável. Das escalas estudadas, BBB e BMS são as mais confiáveis, enquanto que a Escada Horizontal tem seu uso discutível
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.01.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGES, Paulo Alvim; MARCON, Raphael Martus. Padronização do modelo experimental de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-09042018-102145/ >.
    • APA

      Borges, P. A., & Marcon, R. M. (2018). Padronização do modelo experimental de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-09042018-102145/
    • NLM

      Borges PA, Marcon RM. Padronização do modelo experimental de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-09042018-102145/
    • Vancouver

      Borges PA, Marcon RM. Padronização do modelo experimental de lesão da medula espinal e avaliação da lesão neurológica em camundongos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-09042018-102145/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021