Exportar registro bibliográfico

Estado nutricional, estresse oxidativo e inflamatório de pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática antes da ressecção tumoral e após quimioterapia (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTANA, HAROLDO DA SILVA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: NEOPLASIAS; PÂNCREAS; QUIMIOTERAPIA; CITOCINAS; ESTRESSE OXIDATIVO
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: Avaliar o efeito da ressecção tumoral e da quimioterapia sobre o estado nutricional e os marcadores séricos/plasmáticos do estado inflamatório e do estresse oxidativo de pacientes com neoplasia maligna da confluência bilio p a note ática. Casuística: O estudo prospectivo e longitudinal foi conduzido com pacientes adultos com neoplasia maligna da confluência biliopancreática (Grupo Câncer, n=10) que foram submetidos à ressecção tumoral seguida de quimioterapia, conforme diretrizes internacionais estabelecidas na rotina do Serviço de Gastrocirurgia e de Oncologia Clínica da HCFMRP-USP. O estudo incluiu também voluntários saudáveis (Grupo Controle, n=10), pareados para a idade, gênero e condição socioeconômica. Métodos: Os pacientes do Grupo Câncer foram avaliados em duas ocasiões distintas, sendo a primeira no pré-operatório da ressecção tumoral e a segunda, após o término da quimioterapia. Antes da cirurgia, os pacientes foram questionados sobre a evolução ponderal, foram feitas as medidas de composição corporal e aplicaram-se questionários de qualidade de vida e de fadiga. Foi feita a coleta de sangue para avaliação laboratorial do estado clínico e nutricional, que incluiu a determinação de proteínas séricas, albumina, zinco e cobre. Foram avaliados os marcadores de estresse oxidativo como: superóxido dismutase (SOD), glutationa peroxidase (GPx), malondialdeido (MDA) e vitamina E. Foram dosadas as citocinas séricas: interleucina-1B (IL-1,B), interleucina-6 (IL-6), interleucina-10 (IL-10), fator de necrose tumoral alfa (TNFa) e interferon gama (INFy). Todas as análises foram repetidas num período médio de 50 dias após término da quimioterapia. O Grupo Controle foi submetido aos mesmos procedimentos, em apenas uma ocasião. A análise estatística foi feita com o software Statistica 8.0, usando o teste não paramétrico de Wilcoxon pareado ou teste não paramétrico de Mann Whitney. Para todas asanálises, foi estabelecido um nível de significância de 5%. Resultados: O IMC, a massa gorda e a massa magra do Grupo Câncer mantiveram-se inalterados nos dois momentos da avaliação. Os pacientes relataram média de 20% de perda de peso antes do diagnóstico do tumor, mas não houve perda de peso durante o tratamento oncológico. A qualidade de vida e de fadiga não se alterou no período de estudo e os pacientes mantiveram escores elevados nos dois momentos da avaliação. A SOD e a GPx mantiveram-se elevadas no pré-operatório e após a quimioterapia em relação ao Grupo Controle. O MDA não se alterou em nenhum momento do estudo. No pré-operatório, a TNF-a foi mais elevada em relação ao Grupo Controle, mantendo-se elevada após a quimioterapia. A IL-6 mostrou-se elevada antes da ressecção tumoral e apresentou aumento adicional após o tratamento oncológico. A IL-1B foi menor no pré-operatório em relação ao Grupo Controle. A IL-10 estava elevada no pré-operatório, reduziu na 2ª coleta, porém manteve-se elevada em relação ao Grupo Controle. Conclusões: Os dados obtidos indicam que os pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática apresentaram perda ponderal anterior ao diagnóstico, mas houve estabilização do peso, da composição corporal e dos escores de qualidade de vida e de fadiga após a ressecção tumoral e o uso de drogas antineoplásicas. Os pacientes mantiveram níveis elevados de IL-6, IL-10 e TNF-a indicando atividade neoplasia e pior prognóstico. Os níveis séricos de SOD e de GPx mantiveram-se altos durante todo o seguimento, provavelmente mantendo um equilíbrio oxidativo que preveniu a peroxidação lipídica. A vitamina E reduziu após quimioterapia, o que sugere necessidade de reposição desta vitamina em pacientes que recebem drogas antineoplásicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTANA, Haroldo da Silva; CUNHA, Selma Freire de C. da. Estado nutricional, estresse oxidativo e inflamatório de pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática antes da ressecção tumoral e após quimioterapia. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.
    • APA

      Santana, H. da S., & Cunha, S. F. de C. da. (2017). Estado nutricional, estresse oxidativo e inflamatório de pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática antes da ressecção tumoral e após quimioterapia. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santana H da S, Cunha SF de C da. Estado nutricional, estresse oxidativo e inflamatório de pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática antes da ressecção tumoral e após quimioterapia. 2017 ;
    • Vancouver

      Santana H da S, Cunha SF de C da. Estado nutricional, estresse oxidativo e inflamatório de pacientes com neoplasia maligna da confluência biliopancreática antes da ressecção tumoral e após quimioterapia. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021