Exportar registro bibliográfico

A interface entre a física e os aspectos microbiológicos do solo (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RIGOTTO, ALESSANDRA - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSO
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; COMPACTAÇÃO DOS SOLOS; MICROBIOLOGIA DO SOLO
  • Keywords: Ciclo do nitrogênio
  • Language: Português
  • Abstract: A cultura da cana-de-açúcar é a segunda maior cultura em valor de produção agrícola do país. Nos últimos anos ocorreu uma alteração no cenário canavieiro passando de colheita manual de cana queimada para mecanizada de cana crua. A colheita mecanizada da cana-de-açúcar acarreta muitos benefícios ambientais, porém o tráfego intenso de maquinários resulta na compactação do solo. Desse modo, buscamos avaliar como o efeito das alteração física do solo causado pelo tráfego de máquinas durante a colheita da cana interfere na composição das comunidades microbianas, especialmente as que participam das transformações do nitrogênio. As parcelas experimentais foram divididas em colheita manual (PDTR) e colheita mecanizada (PD). Todos os demais manejos e tratos culturais foram iguais, isolando a influência do impacto do maquinário durante a colheita. Para a avaliação da microbiota realizamos análise da estrutura da comunidade (DGGE ou T-RFLP) e análise de abundância (qPCR) de bactérias, fungos, arquéias, e do ciclo do nitrogênio envolvendo os genes marcadores para a nitrificação (amoA - AOA e AOB), fixação de nitrogênio (nifH) e desnitrificação (nirK, nirS, nosZ clado I e II). Observamos apenas a diferença dos parâmetros físicos na camada superficial por meio da resistência a penetração. A alteração no perfil da comunidade de bactérias e arquéias mostra que ambas são responsivas ao tratamento com tráfego do maquinário. Em relação aos microrganismos envolvidos nas transformações denitrogênio, AOA foi altamente responsiva ao impacto do tráfego agrícola em ambos os tipos de textura, mas teve diferença na abundância apenas no solo arenoso. O gene nifH apresentou diferença na diversidade em solo argiloso e diferença de abundância em solo arenoso. E por fim, sugerimos que o gene nosZ em subsuperfície pode indicar uma possível campactação antes dos parâmetros físicos do solo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.09.2017
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIGOTTO, Alessandra; ANDREOTE, Fernando Dini. A interface entre a física e os aspectos microbiológicos do solo. 2017.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-14032018-115049/ >.
    • APA

      Rigotto, A., & Andreote, F. D. (2017). A interface entre a física e os aspectos microbiológicos do solo. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-14032018-115049/
    • NLM

      Rigotto A, Andreote FD. A interface entre a física e os aspectos microbiológicos do solo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-14032018-115049/
    • Vancouver

      Rigotto A, Andreote FD. A interface entre a física e os aspectos microbiológicos do solo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-14032018-115049/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020