Exportar registro bibliográfico

Efeito da estimulação tetânica, prévia à  calibração, no início de ação e tempos de recuperação do bloqueio neuromuscular em pacientes pediátricos (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CARLOS, RICARDO VIEIRA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCG
  • Subjects: ANESTESIA GERAL; PEDIATRIA; CRIANÇAS EM IDADE ESCOLAR; BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES; MONITORIZAÇÃO BIOLÓGICA; NEUROPEDIATRIA
  • Keywords: Anesthesia general; Bloqueadores neuromusculares; Child; Junção neuromuscular; Monitorização neuromuscular; Pediatrics
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução e objetivos: a monitorização neuromuscular objetiva é prática médica baseada em evidências e deve ser empregada rotineiramente quando do uso de fármacos bloqueadores neuromusculares. Entretanto, pesquisas relacionadas a esta monitorização em pacientes pediátricos não estão vastamente documentadas como nos adultos. Em pesquisa clínica, o monitor neuromuscular deve apresentar resposta estável (menor que 5% de variação na altura de T1) por um período de dois a cinco minutos antes da administração do bloqueador neuromuscular. O tempo necessário para se alcançar esta estabilidade na resposta pode variar, mas pode ser encurtado por meio da aplicação de um estímulo tetânico por cinco segundos. Aventouse a hipótese de que a aplicação de estímulo tetânico antes da calibração poderia levar a diferenças nos parâmetros de início de ação e nos tempos de recuperação. O objetivo primário deste estudo foi comparar o tempo de início de ação e os tempos de recuperação após dose única de rocurônio 0,6 mg/kg seguido de recuperação espontânea, entre dois grupos de pacientes com sequências diferentes para a calibração (com e sem o uso de estímulo tetânico). Os objetivos secundários foram a avaliação da altura inicial e final de T1, tempo para se obter estabilidade da altura de T1 e os seguintes ajustes do monitor neuromuscular: corrente elétrica e sensibilidade. Método: consentimento informado dos responsáveis, foram incluídos no estudo 50 pacientes, estado físico 1 ou 2, de dois a 11anos, agendados para cirurgias abdominais e/ou perineais com tempo cirúrgico estimado superior a 60 minutos. Os pacientes (25 por grupo) foram submetidos a anestesia intravenosa e alocados randomicamente para receber estímulo tetânico (grupo T) ou não (grupo C), antes da calibração do monitor. Após a calibração do monitor, a modalidade sequência de quatro estímulos foi iniciada e mantida em intervalo de 15 segundos. Resultados: não houve diferença significativa no início de ação (C: 57,5±16,9 versus T: 58,3±31,2 s; p=0,917). O tempo normalizado para as relações da sequência de quatro estímulos 0,7, 0,8 e 0,9 diferiram significativamente entre os grupos (C: 40,1 ± 7,9 versus T: 34,8±10 min; p=0,047, C: 43,8±9,4 versus T: 37,4±11 min; p=0,045 e C: 49,9±12,2 versus T: 41,7±13,1 min; p=0,026, respectivamente). O tempo necessário para a estabilização da altura de T1 não mostrou diferença estatística entre os grupos (C: 195±203 versus T: 116±81,6 s; p=0,093). Os valores de altura inicial de T1 mostraram diferença significativa entre os grupos (C: 98 versus T: 82,7%; p < 0,001). Os valores de altura final de T1 também mostraram diferença significante entre os grupos (C: 95,3 versus T: 69,3%; p < 0,001). Conclusões: o estímulo tetânico encurtou o tempo normalizado das relações da sequência de quatro estímulos 0,7, 0,8 e 0,9. As alturas inicial e final de T1 foram menores no grupo tétano. Não houve diferença estatística entre os grupos relativo ao tempo necessário para estabilizaçãoda altura de T1. Os ajustes do monitor (corrente elétrica e sensibilidade) não apresentaram diferenças entre os gruposEffect of tetanic stimulation, prior to calibration, on the onset of action and recovery times of neuromuscular blockade in pediatric patients
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARLOS, Ricardo Vieira; CARMONA, Maria Jose Carvalho. Efeito da estimulação tetânica, prévia à  calibração, no início de ação e tempos de recuperação do bloqueio neuromuscular em pacientes pediátricos. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-14032018-115705/ >.
    • APA

      Carlos, R. V., & Carmona, M. J. C. (2017). Efeito da estimulação tetânica, prévia à  calibração, no início de ação e tempos de recuperação do bloqueio neuromuscular em pacientes pediátricos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-14032018-115705/
    • NLM

      Carlos RV, Carmona MJC. Efeito da estimulação tetânica, prévia à  calibração, no início de ação e tempos de recuperação do bloqueio neuromuscular em pacientes pediátricos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-14032018-115705/
    • Vancouver

      Carlos RV, Carmona MJC. Efeito da estimulação tetânica, prévia à  calibração, no início de ação e tempos de recuperação do bloqueio neuromuscular em pacientes pediátricos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-14032018-115705/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021