Exportar registro bibliográfico

Pancreatite em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: MARQUES, VICTOR LEONARDO SARAIVA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPE
  • Subjects: LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO; PANCREATITE; FEBRE; NEFRITE; MORTE
  • Keywords: Death; Fever; Lupus erythematosus systemic; Nephritis; Pancreatitis; Prednisone
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Pancreatite é uma manifestação incomum e com risco de vida no lúpus eritematoso sistêmico juvenil (LESJ). Objetivo: Estudar a classificação da pancreatite em pacientes com LESJ de acordo com as definições do Grupo Internacional de Estudos de Pancreatite Pediátrica (INSPPIRE) e determinar prevalência geral, características clínicas, alterações laboratoriais e prognóstico do primeiro episódio. Métodos: Um estudo de coorte retrospectivo multicêntrico incluiu 852 pacientes com LESJ estudados em 10 serviços de referência terciária de reumatologia pediátrica. Resultados: Pancreatite foi diagnosticada em 22 de 852 (2.6%) pacientes com LESJ. Foram classificados como pancreatite aguda em 20 (91%), pancreatite aguda recorrenteem 2 (9%), e nenhum deles apresentou pancreatite crônica. Nenhum deles tinha cálculos biliares, pancreatite traumática, ou relatou o uso de álcool e/ou tabagismo. A comparação dos pacientes com pancreatite (primeiro episódio) e sem esta complicação, revelou uma menor duração da doença [1 (0-10) vs. 4 (0-23) anos, P < 0,0001] e maior mediana do Índice de Atividade de Doença do LES 2000 [21 (0-41) vs. 2 (0-45), P < 0,0001]. A frequência de febre (P < 0,0001), perda de peso (P < 0,0001), serosite (P < 0,0001), nefrite (P < 0,0001), hipertensão arterial (P < 0,0001), insuficiência renal aguda (P < 0,0001), síndrome de ativação macrofágica (P < 0,0001), e morte (P=0,001) foram maiores em pacientes com pancreatite. A freqüência de metilprednisolona endovenosa (P < 0,0001) e a medianada prednisona [55 (15-60) vs. 11 (1-90) mg/dia, P < 0,0001] foram significantemente maiores em pacientes com pancreatite. Dois pacientes apresentavam pancreatite aguda recorrente com dois episódios distintos, com intervalo sem dor entre os dois episódios de 1 e 4 anos. Conclusão: Este foi o primeiro estudo classificando a pancreatite usando as definições do Grupo Internacional de Estudos de Pancreatite Pediátrica em pacientes com LESJ mostrando uma predominância da pancreatite aguda associado ao tratamento com glicocorticóide e atividade grave da doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Victor Leonardo Saraiva; SILVA, Clovis Artur Almeida da. Pancreatite em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-14032018-102453/ >.
    • APA

      Marques, V. L. S., & Silva, C. A. A. da. (2017). Pancreatite em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-14032018-102453/
    • NLM

      Marques VLS, Silva CAA da. Pancreatite em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-14032018-102453/
    • Vancouver

      Marques VLS, Silva CAA da. Pancreatite em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-14032018-102453/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020