Exportar registro bibliográfico

Respostas fisiológicas e tecnológicas de linhagens industriais às condições estressantes da fermentação etanólica industrial (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: DALIA, RICARDO LUIZ - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCB
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; ETANOL; FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA; LACTOBACILLUS; SACCHAROMYCES
  • Language: Português
  • Abstract: O etanol se consagrou como o principal biocombustível e o Brasil detém o processo mais econômico e ambientalmente adequando. O processo industrial brasileiro é único, pois utiliza o reciclo de células de leveduras na fermentação permitindo uma ótima velocidade de fermentação, porém o mesmo ato potencializa os efeitos tóxicos presentes no processo. O substrato de fermentação é composto pela mistura de caldo e melaço de cana-de-açúcar, porém a vantagem econômica do açúcar sobre o etanol faz com que o caldo seja priorizado para a produção de açúcar e o seu subproduto seja mais utilizado na fermentação, nesse caso o melaço. O melaço apresenta diversos compostos inibitórios como sulfitos, excesso de sais, fenóis, furfurais e metais. Devido à larga escala do processo, o substrato não pode ser esterilizado antes da fermentação, logo a presença de microrganismos contaminantes se torna um problema sempre presente. As bactérias contaminantes consomem o substrato e produzem substâncias tóxicas como ácidos orgânicos, fatos que prejudicam o rendimento fermentativo do processo. Quando se considera o longo período de reciclos (aproximadamente 250 dias por safra e pelo menos 2 ciclos por dia) a maioria das linhagens de leveduras empregadas não são capazes de perdurar no processo, seja pela toxicidade do processo e ou pela competição com contaminantes. Portanto há um esforço contínuo no sentido de se buscar novas linhagens mais aptas ao processo industrial. Para tal é imperiosa adisponibilidade de uma metodologia para simular o processo industrial de modo a permitir uma avaliação de pretensas linhagens quanto ao seu desempenho no processo industrial com reciclo de células. No presente trabalho é proposto um protocolo, simulando as várias condições estressantes de uma fermentação industrial com reutilização de células, para a avaliação de linhagens de levedura com diferentes capacidades de colonizarem as dornas de fermentação. Os resultados obtidos mostraram que o protocolo empregado foi capaz de reproduzir o comportamento fisiológico e tecnológico das linhagens quando submetidas no processo industrial, se constituindo numa ferramenta útil para a seleção de leveduras
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DALIA, Ricardo Luiz; BASSO, Luiz Carlos. Respostas fisiológicas e tecnológicas de linhagens industriais às condições estressantes da fermentação etanólica industrial. 2017.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08032018-113608/ >.
    • APA

      Dalia, R. L., & Basso, L. C. (2017). Respostas fisiológicas e tecnológicas de linhagens industriais às condições estressantes da fermentação etanólica industrial. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08032018-113608/
    • NLM

      Dalia RL, Basso LC. Respostas fisiológicas e tecnológicas de linhagens industriais às condições estressantes da fermentação etanólica industrial [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08032018-113608/
    • Vancouver

      Dalia RL, Basso LC. Respostas fisiológicas e tecnológicas de linhagens industriais às condições estressantes da fermentação etanólica industrial [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08032018-113608/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021