Exportar registro bibliográfico

Produção de protease com atividade fibrinolítica por cultivo submerso de Mucor subtilissimus em biorreator (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: BUBA, JULIANO COSTA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Assunto: REATORES QUÍMICOS
  • Language: Português
  • Abstract: As doenças cardiovasculares (DCVs) são um grupo de desordens do coração e dos vasos sanguíneos capazes de causar ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais, eventos geralmente agudos oriundos principalmente de bloqueios que impedem o sangue de fluir para o coração ou o cérebro. Proteases fibrinolíticas são agentes que degradam a fibrina, principal componente de trombo sanguíneo, capazes de evitar e tratar DCVs. Fungos filamentosos têm se mostrado uma boa alternativa para a produção de enzimas fibrinolíticas, dentre esses os fungos da divisão dos zigomicetos. A cepa UCP 1262 do zigomiceto Mucor subtilissimus foi estudada com o objetivo geral de produzir protease com atividade fibrinolítica com base em trabalhos publicados em fermentação em estado sólido (FES) e cultivo submerso com a mesma cepa. Foram realizados cultivos submersos desta cepa em frascos agitados e em 2 diferentes biorreatores, com determinação da cinética de crescimento, consumo de glicose e produção de enzima. O meio utilizado foi o MS-2, com farelo de trigo como fonte de nitrogênio e glicose como fonte preferencial de carbono. A FES com a mesma fonte de nitrogênio e o cultivo submerso em diferentes condições de taxa de inóculo, pH e agitação deste estudo foram comparados, assim como duas metodologias diferentes para dosagem de concentração de biomassa, gravimetria e ergosterol. As maiores concentrações de atividade fibrinolítica e produtividade volumétrica obtidas foram de, respectivamente, 12,0 U/mL e 0,22 U/(mL.h), 92% e 89% menores, respectivamente, do que o valor reportado em FES. O valor de ?Xmax foi calculado com base no perfil de biomassa, glicose e produção de CO2 e não apresentou correlação com a produção da enzima. A maior simplicidade operacional e os dados de rendimento obtidos indicam que a FES é uma alternativa melhor para a produção dessa enzima com esta cepa. O zigomiceto Mucorsubtilissimus demonstrou ser muito difícil de ser cultivado em sistemas submersos com o meio MS-2, em especial pela sua morfologia e aderência ao biorreator.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.10.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BUBA, Juliano Costa; TONSO, Aldo. Produção de protease com atividade fibrinolítica por cultivo submerso de Mucor subtilissimus em biorreator. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-28022018-133041/pt-br.php >.
    • APA

      Buba, J. C., & Tonso, A. (2017). Produção de protease com atividade fibrinolítica por cultivo submerso de Mucor subtilissimus em biorreator. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-28022018-133041/pt-br.php
    • NLM

      Buba JC, Tonso A. Produção de protease com atividade fibrinolítica por cultivo submerso de Mucor subtilissimus em biorreator [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-28022018-133041/pt-br.php
    • Vancouver

      Buba JC, Tonso A. Produção de protease com atividade fibrinolítica por cultivo submerso de Mucor subtilissimus em biorreator [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-28022018-133041/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021