Exportar registro bibliográfico

Envoltória máxima de resistência lateral em estacas através do ensaio de carregamento dinâmico com energia crescente (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: VALVERDE, RAFAEL MARIN - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PEF
  • Subjects: ESTACAS; ENERGIA; ATRITO; CAPACIDADE DE CARGA LATERAL
  • Language: Português
  • Abstract: A capacidade de carga de estacas pode ser determinada experimentalmente através de provas de cargas estáticas ou de ensaios de carregamentos dinâmicos, conforme as prescrições da NBR 6122:2010. Na sua forma tradicional, o ensaio de carregamento dinâmico, fundamentado na teoria da equação da onda unidimensional, consiste em aplicar uma sequência de golpes de energia aproximadamente constante no conjunto de amortecedores colocado sobre a estaca e medir, no seu topo, valores de deformação específica e aceleração em função do tempo. Esse ensaio evoluiu ao longo dos anos com o avanço da tecnologia e com o desenvolvimento de modelos numéricos, que permitem simular a prova de carga estática na estaca ensaiada dinamicamente. Outra evolução, uma verdadeira "revolução", foi a introdução do método de energia crescente proposto por Aoki (1989). O presente estudo é uma iniciativa de aprofundamento do método de energia crescente com foco na definição da envoltória máxima de resistência lateral, permitindo recuperar as mobilizações dos atritos no fuste da estaca, perdidas em golpes anteriores ao de máxima energia aplicada, principalmente em camadas próximas ao topo da estaca. Este procedimento foi denominado Método da Envoltória Máxima de Resistência Lateral. É apresentada uma revisão bibliográfica envolvendo provas de cargas estáticas e ensaios de carregamentos dinâmicos para determinar a capacidade de carga em estacas, junto com os métodos analíticos, empíricos e semiempíricos, disponíveis na literatura técnica. São apresentados três estudos de casos de obras no Estado de São Paulo, nos quais foram realizados ensaios estáticos e dinâmicos nas mesmas estacas, sendo 2 pré-moldadas e uma escavada. A aplicação do Método da Envoltória Máxima de Resistência Lateral conduziu a uma definição de maiores capacidades de carga através do CAPWAP, com curvas carga-recalquesimuladas aderentes às das provas de cargas estáticas. Além disso, permitiu estimativas mais precisas do efeito de "setup" a longo prazo e forneceu maiores detalhes a respeito do comportamento do sistema estaca-solo.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VALVERDE, Rafael Marin; MASSAD, Faiçal. Envoltória máxima de resistência lateral em estacas através do ensaio de carregamento dinâmico com energia crescente. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3145/tde-28022018-135052/pt-br.php >.
    • APA

      Valverde, R. M., & Massad, F. (2017). Envoltória máxima de resistência lateral em estacas através do ensaio de carregamento dinâmico com energia crescente. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3145/tde-28022018-135052/pt-br.php
    • NLM

      Valverde RM, Massad F. Envoltória máxima de resistência lateral em estacas através do ensaio de carregamento dinâmico com energia crescente [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3145/tde-28022018-135052/pt-br.php
    • Vancouver

      Valverde RM, Massad F. Envoltória máxima de resistência lateral em estacas através do ensaio de carregamento dinâmico com energia crescente [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3145/tde-28022018-135052/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021