Exportar registro bibliográfico

Desempenho de uma amostra de pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente em memória episódica verbal: um estudo longitudinal (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: BôA, IZADORA NOGUEIRA FONTE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: ESCLEROSE MÚLTIPLA; ESTUDOS LONGITUDINAIS; MEMÓRIA DE CURTO PRAZO; COGNIÇÃO; AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA; FUNÇÃO EXECUTIVA
  • Keywords: Longitudinal studies; Memória episódica; Multiple sclerosis
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: independentemente do grau de incapacidade física, o declínio cognitivo tem sido considerado motivo de maior impacto em importantes aspectos da vida diária dos pacientes com Esclerose Múltipla (EM) como o gerenciamento de tarefas domésticas, participação na sociedade e manutenção do emprego. Alterações de Memória Episódica (ME) em pacientes com EM são comumente descritas na literatura, sendo observadas em 40% a 65% dos casos. Seu impacto já é observado em pacientes com Esclerose Múltipla Remitente-Recorrente (EMRR) incipiente e pode ser um indicador de pior prognóstico para evolução da doença. Adicionalmente, déficits na memória verbal bem como na velocidade de processamento de informação e função executiva predizem condição ocupacional dos portadores da doença. Há vários trabalhos transversais na literatura científica que visam investigar sobre alterações cognitivas encontradas nestes pacientes. Entretanto, os estudos longitudinais são escassos e estes têm revelado resultados inconclusivos e divergentes. Além disso, tanto nos estudos transversais quanto nos estudos longitudinais, não há preocupação em caracterizar de forma aprofundada o declínio da Memória Episódica Verbal (MEV) especificamente. Objetivo: neste estudo, investigamos a MEV de pacientes com EMRR e sua evolução através de avaliação longitudinal. Métodos: vinte e nove pacientes com EMRR foram submetidos a duas avaliações neuropsicológicas realizadas entre um intervalo de tempo médio de 4,5 anos. Vintee seis controles saudáveis foram submetidos à uma única e idêntica avaliação neuropsicológica. Considerou-se nível de significância p < 0,05 para delinear diferenças estatísticas entre os grupos nas análises Mann Withney e Wilcoxon pareado. Resultados: não houve diferença estatística nos resultados dos testes de MEV entre a primeira e a segunda avaliação neuropsicológica realizada pelos pacientes. Houve discrepância estatística nos resultados dos testes de MEV entre o grupo de controles e grupo de pacientes no momento da avaliação inicial. Em contrapartida, no momento da segunda avaliação o grupo de pacientes não se diferenciou estatisticamente do grupo dos controles. Conclusões: a estabilização ou discreta melhora do desempenho dos pacientes com EMRR entre a avaliação inicial e o follow-up em testes de MEV, pode estar relacionada ao fato de que neste estudo foram incluídos predominantemente jovens adultos na amostra, com a forma clínica mais branda da doença. Possível processo de neuroplasticidade cerebral, ou mesmo inclusão de casos benignos da EM precisam ser considerados. Atrelado a isso, deve-se considerar que o breve período de follow-up pode não ter sido o suficiente para detectar possíveis déficits a longo prazo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BÔA, Izadora Nogueira Fonte; MIOTTO, Eliane Correa. Desempenho de uma amostra de pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente em memória episódica verbal: um estudo longitudinal. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-15022018-130509/ >.
    • APA

      Bôa, I. N. F., & Miotto, E. C. (2017). Desempenho de uma amostra de pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente em memória episódica verbal: um estudo longitudinal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-15022018-130509/
    • NLM

      Bôa INF, Miotto EC. Desempenho de uma amostra de pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente em memória episódica verbal: um estudo longitudinal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-15022018-130509/
    • Vancouver

      Bôa INF, Miotto EC. Desempenho de uma amostra de pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente em memória episódica verbal: um estudo longitudinal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-15022018-130509/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021