Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO FERREIRA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019
  • Subjects: MIGRAÇÃO; CONSUMO DE ALIMENTOS; METABOLÔMICA; PADRÕES DIETÉTICOS; COMPORTAMENTO ALIMENTAR; SÍNDROME X METABÓLICA; DIETA; DOENÇAS CARDIOVASCULARES; FATORES DE RISCO; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Os padrões da dieta foram obtidos por análise fatorial por componentes principais. A quantificação absoluta (mol/L) de metabólitos no sangue foi realizada por espectrometria de massa no plasma. As análises foram realizadas por meio de modelos lineares generalizados ajustados por fatores de confusão. Resultados: Em comparação aos nativos, os migrantes do Sudeste tiveram adesão inversamente proporcional ao padrão moderno e os migrantes do Nordeste tiveram associação inversa com o padrão prudente e moderno e positiva com o tradicional. Migrantes do Nordeste com mais de 60 anos tiveram maior chance de apresentar síndrome metabólica em comparação com nascidos em São Paulo da mesma faixa etária. Os perfis metabolômicos plasmáticos foram associados com a síndrome metabólica, destacando alguns aminoácidos e classes lipídicas. Conclusão: Nativos e migrantes internos do Brasil apresentam consumo, padrão alimentar e fatores de risco cardiovascular distintos e a metabolômica identificou modificações metabólicas em decorrência da síndrome metabólica.Introdução: Estudos observacionais têm contribuído para consolidar a ideia de que os imigrantes geralmente apresentam taxas de morbidade e mortalidade diferentes dos nativos. Estudos com imigrantes podem melhorar a compreensão da influência ambiental no risco de doenças crônicas. A maioria dos estudos têm sido centrado sobre os efeitos da migração internacional, uma vez que os fatores de risco tendem a ser mais uniformemente distribuídos dentro de um único país. No entanto, o Brasil se destaca por possuir extenso território, com regiões com marcadas diferenças geográficas, sociais e culturais. Em países com dimensões continentais (p.ex. Índia e China), a migração interna foi associada com modificações na dieta e status de saúde. Objetivos: Avaliar diferenças no padrão alimentar e risco cardiometabólico entre migrantes internos e nativos e avaliar a associação entre metabolômica plasmática e síndrome metabólica. Métodos: Trata-se de um estudo transversal de base populacional no município de São Paulo. Considerou-se migrantes internos, indivíduos que não nasceram na cidade de São Paulo e que apresentassem tempo de residência no município igual ou superior a dez anos. A população final (n=999) foi dividida em três grupos: nativos (n=354), migrantes do Sudeste (n=349) e do Nordeste (n=296). Para diagnóstico de síndrome metabólica foi utilizado critério harmonizado pelo International Diabetes Federation.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.09.2017
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARIOCA, Antonio Augusto Ferreira; MARCHIONI, Dirce Maria Lobo. Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019 > DOI: 10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019.
    • APA

      Carioca, A. A. F., & Marchioni, D. M. L. (2017). Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019
    • NLM

      Carioca AAF, Marchioni DML. Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular [Internet]. 2017 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019
    • Vancouver

      Carioca AAF, Marchioni DML. Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular [Internet]. 2017 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2018.tde-09102017-103019


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021