Exportar registro bibliográfico

Funções cognitivas e memória em adultos com mais de 65 anos em Cumbayá, Quito DM, Equador (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: POZO, PATRICIO HECTOR AURELIO ESPINOSA DEL - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: TRANSTORNOS COGNITIVOS; DEMÊNCIA; PSICOMETRIA; ESCALAS (PSICOMETRIA); IDOSOS
  • Keywords: AD8; Cognitive decline; Demência; Dementia; Distúrbio Cognitivo; MMSE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O envelhecimento populacional é uma realidade no Equador e este fato resulta em maior prevalência dos problemas mais frequentes em idosos, dentre eles, a deterioração das funções cognitivas. Objetivo: Avaliar a função cognitiva, prevalência e fatores de risco associados ao declínio cognitivo e demência em pessoas com mais de 65 anos em Cumbayá-Quito, Equador. Métodos: Este é um estudo de observação transversal que foi realizado em adultos com mais de 65 anos de idade. O Mini Exame do Estado Mental (MMSE), o Dementia Screening Interview (AD8) e a Mini Avaliação Nutricional (MNA) foram utilizados para avaliar o estado cognitivo e os hábitos nutricionais dessa população. Resultados: Um total de 144 pacientes (idade média 75,3; 77,1% mulheres) fizeram parte deste estudo; 40% dos pacientes apresentaram testes positivos (AD8 e MMSE) consistentes com comprometimento cognitivo, possível demência. A idade (p<0,01), a escolaridade inferior (p <0,01), acidente vascular cerebral (p <0,01), hemorragia intracerebral (p<0,01), diabetes mellitus (p<0,01) e desnutrição (p <0,01) foram riscos significativos para o comprometimento cognitivo. O exercício (p <0,03) e o consumo de álcool (p=0,02) foram fatores de risco protetores para o declínio cognitivo nessa população. Gênero, etnia, localização, traumatismo craniano, doença de Parkinson, colesterol alto, diabetes, infarto do miocárdio, doença da tireóide, depressão, ansiedade, história familiar de demência não foram associados ao declínio cognitivo nessa população. Conclusões: A prevalência de comprometimento cognitivo e possível demência aos 65 anos é de 18-21% e aos 85 anos é de 54-60% em Cumbayá, Quito, Equador. Os principais fatores de risco para deficiência cognitiva nesta população são idade, educação, desnutrição, acidente vascular cerebral e diabetes mellitus. Os fatores protetores para o declínio cognitivo foram o exercício e possivelmente oconsumo moderado de álcool
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.09.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ESPINOSA DEL POZO, Patricio; MORIGUTI, Júlio César. Funções cognitivas e memória em adultos com mais de 65 anos em Cumbayá, Quito DM, Equador. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-25042018-144433/ >.
    • APA

      Espinosa Del Pozo, P., & Moriguti, J. C. (2017). Funções cognitivas e memória em adultos com mais de 65 anos em Cumbayá, Quito DM, Equador. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-25042018-144433/
    • NLM

      Espinosa Del Pozo P, Moriguti JC. Funções cognitivas e memória em adultos com mais de 65 anos em Cumbayá, Quito DM, Equador [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-25042018-144433/
    • Vancouver

      Espinosa Del Pozo P, Moriguti JC. Funções cognitivas e memória em adultos com mais de 65 anos em Cumbayá, Quito DM, Equador [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-25042018-144433/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020