Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo da neuroproteção por anticorpos anti-Aβ contra a toxicidade de oligômeros de Aβ em cultura diferenciada de neuroblastoma humano (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: PINHEIRO, NATHALIA RÉGES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: NEUROQUÍMICA; DOENÇA DE ALZHEIMER; ANTICORPOS; PEPTÍDEOS
  • Keywords: Peptídeo B-amiloide (AB); SH-SY5Y cells; Alzheimer's Disease (AD); Anticorpos conformacionais; B-amyloid Oligomers (AB); B-amyloid peptide (AB); Células SH-SY5Y; Conformational antibodies; Doença de Alzheimer (DA); Oligômeros B-amiloides (ABO)
  • Language: Português
  • Abstract: A Doença de Alzheimer (DA) é a principal causa de demência na população idosa e tende a se tornar um grave problema de saúde pública com o aumento da expectativa de vida da população mundial. A perda progressiva de memória, principal sintoma da demência em pacientes com DA, é atribuída a danos sinápticos e à perda neuronal desencadeadas pelo desequilíbrio entre a produção e a deputação do peptídeo Aβ. Evidências surgidas nos últimos 20 anos apontam os oligômeros solúveis de Aβ (AβO), produtos de agregação do peptídeo Aβ, como as principais espécies neurotóxicas na DA. Por conta disso, e também pela ausência de métodos diagnósticos pre-mortem e tratamento eficientes para essa demência, a busca por anticorpos conformacionais específicos para AβO está em ascensão. Testes clínicos com IgG anti-Aβ resultaram em efeitos colaterais inflamatórios mediados pela porção não variável Fc. Então, anticorpos conformacionais artificiais do tipo scFv, desprovidos de porção Fc, foram selecionados contra AβO. Dentre eles, está NUsc1, que é neuroprotetor contra AβO em cultura primária de neurônios. Neste trabalho, avaliamos a toxicidade de AβOs na linhagem de neuroblastoma humano SH-SY5Y diferenciado em neurônios maduros e comparamos a neuroproteção conferida por diferentes anticorpos contra AβOs, por ensaio de viabilidade celular com MTT. Também avaliamos a especificidade de NUsc1 por AβO comparativamente a lisozima monomérica e oligomérica em ensaio de ELISA, já que outros anticorpos conformacionais reconhecem epítopo compartilhado por estados oligoméricos de outras proteínas amiloidogênicas. Para a validação de células SH-SY5Y como modelo in nitro de neurônios maduros, a diferenciação foi induzida com ácido retinoico e BDNF e as células foram marcadas para as proteínas MAP2 e NeuN em ensaio de imunofluorescência. Células submetidasao protocolo de diferenciação apresentaram aumento dos níveis dessas proteínas, mudança morfológica condizente com o esperado na maturação neuronal. Posteriormente, o desafio da cultura com AβO indicou morte celular dose-dependente e reversão desta morte segundo a dose administrada dos anticorpos 6E10 e NU-4. Obtivemos um sinal cerca de 400 vezes maior no reconhecimento de AβO por NUsc1 que para oligômeros de lisozima, quando presentes na mesma concentração, indicando forte especificidade de NUsc1 por AβO. Além disso, NUsc1 purificado em sistema de gelfiltração em HPLC não apresenta citotoxicidade em concentração equivalente a dos anticorpos 6E10 e NU-4 em ensaios de neuroproteção em cultura de SH-SY5Y diferenciado, sugerindo que, se NUsc1 for tão eficiente quanto estas IgG's, este poderá ser usado em dose não citotóxica. Portanto, podemos concluir que NUsc1 apresenta grande potencial como ferramenta diagnóstica e terapêutica para a DA, mas que mais experimentas para expandir sua validação e potencial ainda são necessários
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINHEIRO, Nathalia Reges; SEBOLLELA, Adriano Silva. Estudo comparativo da neuroproteção por anticorpos anti-Aβ contra a toxicidade de oligômeros de Aβ em cultura diferenciada de neuroblastoma humano. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17131/tde-25042018-112913/ >.
    • APA

      Pinheiro, N. R., & Sebollela, A. S. (2017). Estudo comparativo da neuroproteção por anticorpos anti-Aβ contra a toxicidade de oligômeros de Aβ em cultura diferenciada de neuroblastoma humano. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17131/tde-25042018-112913/
    • NLM

      Pinheiro NR, Sebollela AS. Estudo comparativo da neuroproteção por anticorpos anti-Aβ contra a toxicidade de oligômeros de Aβ em cultura diferenciada de neuroblastoma humano [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17131/tde-25042018-112913/
    • Vancouver

      Pinheiro NR, Sebollela AS. Estudo comparativo da neuroproteção por anticorpos anti-Aβ contra a toxicidade de oligômeros de Aβ em cultura diferenciada de neuroblastoma humano [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17131/tde-25042018-112913/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021