Exportar registro bibliográfico

Efeito agudo do exercicio aeróbio continuo, intervalado e resistido na pressão arterial em idosas hipertensas (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CAMPOS, GIULLIARD DE OLIVEIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: HIPERTENSÃO; EXERCÍCIO FÍSICO; IDOSOS; HIPOTENSÃO; MONITORIZAÇÃO AMBULATORIAL DA PRESSÃO ARTERIAL
  • Keywords: Ambulatory blood pressure monitoring; Blood presure; Elder; Exercício físico; Hipertensão arterial; Hipotensão pós exercício; Idoso; Monitorização ambulatorial da pressão arterial; Phisical exercise; Post-exercise hypotension
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: O presente estudo investigou as respostas hemodinamicas agudas da pressão arterial sistólico (PAS), pressão arterial diastólica (PAD) e frequência cardiaca (FC), imediatamente e nas 24 horas após o exercicio, em idosas hipertensas, submetidas a 3 tipos de exercicios fisicos e um momento controle (C). Métodos: Participaram do estudo 30 idosas hipertensas sob terapia medicamentosa. Todas as idosas foram submetidas aos protocolos de exercício aeróbio continuo (AC), exercicio aeróbio intervalado (Al), exercicio resistido (ER) e a (C), com o intervalo minimo de 7 dias para assegurar o efeito agudo de cada intervenção, em ordem randomizada. Todas as participantes foram submetidas previamente ao teste ergométrico, utilizando-se o protocolo de rampa devido a sua melhor acurácia para a população em estudo. A prescrição do AC e do Al foi feita por meio da frequência cardiaca máxima (FCM) obtida no teste. Na intervenção do AC foi calculada a frequência cardiaca de treinamento (FCT), com a intensidade de 70% FCM, com duração de 40 minutos de exercicio. No Al foi utilizado a alternância de 80% da FCM no periodo de condicionamento, durante 2 minutos, e 60% da FCM, durante 2 minutos, para o periodo de recuperação, com duração de 40 minutos de exercicio. O ER foi conduzido após obtenção de uma repetição máxima (1 RM) em três exercicios para os principais grupos musculares: chest press, leg press e remada sentada e mais seis exercicios resistidos comumente utilizados para a prescrição do treinamento de força nas academias, utilizando o número de repetições adequadas por meio da escala de percepção subjetiva de esforço (PSE). A intensidade do ER foi de 50% de 1 RM para dez repetições para o aquecimento especifico e, após 1 minuto, a carga era ajustada para 70% de 1 RM e realizava-se uma série entre 6 e 10 repetições para o condicionamento em todos os exercicios. Os valoresda PAS, PAD e FC foram obtidas antes e após as sessões dos exercicios pelo método oscilométrico e, após cada sessão era realizada a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) de 24 horas nos 4 momentos. Os dados foram avaliados pelo modelo de efeitos mistos. Resultados: Os dados obtidas no periodo pré e pós exercicios, mostraram redução em menor valor da variável PAS após a realização do Al e AC comparados ao ER no momento pós exercicio (p<0,01). Na FC foi observado aumento no periodo pós exercicio em Al e AC em comparação com ER e de ER em relação ao C (p<0,01). As observações nas 24 horas subsequentes foram obtidas por meio da MAPA, com maior redução da PAS em Al nas 24 horas do que nos outros grupos, sendo a redução da PAS em ER também maior do que em AC e C (p<0,01). Na PAD, a redução em Al e ER foram similares. Considerando apenas o periodo de vigilia, a redução de PAS em Al foi superior aos outros grupos. No periodo de sono, Al e ER promoveram maiores reduções na PAS, com maior redução da variável PAD em ER (p<0,01). Conclusão: A prática de exercicio fisico intervalado e resistido promovem maior hipotensão pósexercicio (HPE) ao longo das 24 horas subsequentes, em relação ao AC e C. O exercicio aeróbio continuo promove apenas redução da pressão arterial nas primeiras horas após o exercicio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMPOS, Giulliard de Oliveira; LIMA, Nereida Kilza da Costa. Efeito agudo do exercicio aeróbio continuo, intervalado e resistido na pressão arterial em idosas hipertensas. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-17042018-141333/ >.
    • APA

      Campos, G. de O., & Lima, N. K. da C. (2017). Efeito agudo do exercicio aeróbio continuo, intervalado e resistido na pressão arterial em idosas hipertensas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-17042018-141333/
    • NLM

      Campos G de O, Lima NK da C. Efeito agudo do exercicio aeróbio continuo, intervalado e resistido na pressão arterial em idosas hipertensas [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-17042018-141333/
    • Vancouver

      Campos G de O, Lima NK da C. Efeito agudo do exercicio aeróbio continuo, intervalado e resistido na pressão arterial em idosas hipertensas [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-17042018-141333/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021