Exportar registro bibliográfico

Avaliação prospectiva aberta do uso prolongado de baixas doses de doxyciclina na rinossinusite crônica com polipose nasal de difícil tratamento (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SOTER, ANA CAROLINA PINTO BEZERRA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOF
  • Subjects: PÓLIPOS NASAIS; SINUSITE; FÁRMACOS (SISTEMA RESPIRATÓRIO); QUALIDADE DE VIDA; ANTIBIÓTICOS
  • Keywords: Antibiotic; Drug therapy; Nasal polyps; Perspective studies; Quality of life; Sinusitis
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A rinossinusite crônica com polipose nasal constitui um subgrupo particular da rinossinusite crônica, caracterizado por uma inflamação da mucosa que leva a um espessamento da mesma e à formação de pólipos, podendo ser especialmente difícil de tratar. A Doxiciclina é um antibiótico bacteriostático, de largo espectro, que também tem uma ação antiinflamatória, e tem se mostrado útil no controle dos sintomas das recidivas desta doença, promovendo inclusive uma diminuição do pólipo. Objetivo: avaliar se o uso de baixas doses de Doxiciclina, por períodos prolongados, pode melhorar o controle clínico da rinossinusite crônica com polipose nasal, de difícil tratamento. Métodos: este é um estudo prospectivo, aberto, realizado em 60 pacientes com rinossinusite crônica de difícil tratamento que se submeteram a cirurgia endoscópica nasal. Os pacientes foram divididos em 2 grupos: 28 pacientes receberam corticóide nasal, lavagem nasal com soro fisiológico, e Doxiciclina (200mg no primeiro dia, seguido por 100mg uma vez ao dia) por 12 semanas, enquanto 30 pacientes receberam apenas corticóide nasal e lavagem nasal com soro fisiológico. O principal resultado avaliado foi a existência de uma melhora, dose efeito, clinicamente significativa do SNOT-20 após o tratamento com a Doxiciclina. Outros resultados avaliados foram os valores do SNOT-20, NOSE e do Lund-Kennedy. Os seguintes parâmetros também foram analisados: asma, rinite, doença respiratória exacerbada pela Aspirina (DREA), níveis séricos de IgG, IgA, IgE, IgM, ANCA e contagemde eosinófilos. Resultados: oy tratamento com a Doxiciclina promoveu uma melhora, dose efeito, clinicamente significativa do SNOT-20. Pacientes que receberam a Doxiciclina também tiveram resultados significativamente melhores do SNOT-20, NOSE e Lund-Kennedy. Houve uma associação negativa entre a melhora clinicamente significativa do SNOT-20 e a presença de asma, DREA e níveis séricos elevados de IgE pré-tratamento. Conclusão: os achados sugerem que a doxiciclina pode ter uma ação benéfica nos pacientes com rinossinusite crônica com polipose nasal, especialmente naqueles pacientes sem asma, DREA ou níveis séricos elevados de IgE prétratamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOTER, Ana Carolina Pinto Bezerra; VOEGELS, Richard Louis. Avaliação prospectiva aberta do uso prolongado de baixas doses de doxyciclina na rinossinusite crônica com polipose nasal de difícil tratamento. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-18122017-102426/ >.
    • APA

      Soter, A. C. P. B., & Voegels, R. L. (2017). Avaliação prospectiva aberta do uso prolongado de baixas doses de doxyciclina na rinossinusite crônica com polipose nasal de difícil tratamento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-18122017-102426/
    • NLM

      Soter ACPB, Voegels RL. Avaliação prospectiva aberta do uso prolongado de baixas doses de doxyciclina na rinossinusite crônica com polipose nasal de difícil tratamento [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-18122017-102426/
    • Vancouver

      Soter ACPB, Voegels RL. Avaliação prospectiva aberta do uso prolongado de baixas doses de doxyciclina na rinossinusite crônica com polipose nasal de difícil tratamento [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-18122017-102426/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021