Exportar registro bibliográfico

Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD+ in Brazil (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: PINSKY, VANESSA CUZZIOL - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: MUDANÇA CLIMÁTICA; DESMATAMENTO; COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
  • Keywords: Acordo de Paris; Amazon Fund; Climate change; Climate finance; Climate governance; Climate policy; Deforestation; Experimentalist governance; Financiamento do clima; Fundo Amazônia; Governança do clima; Governança experimentalista; Grounded theory; International cooperation; Marco de Varsóvia para REDD+; Mitigação; Mitigation; Paris Agreement; Política do clima; REDD+; Teoria fundamentada; Warsaw Framework for REDD+
  • Language: Inglês
  • Abstract: A mudança climática é um problema desafiador resultante de ações e interações entre diversos atores em sistemas globais complexos, o que demanda governança em vários níveis e uma miríade de políticas nacionais. Acadêmicos e policy makers vêm se desafiando sobre como elaborar estratégias eficazes na coordenação internacional das políticas em mudança climática. É desafiador porque os problemas relacionados à mudança do clima envolvem atores com diferentes posições, interesses e motivação para cooperar, já que existem riscos envolvidos, alto nível de incerteza e custos de adaptação e mitigação. O desmatamento é a segunda maior fonte de emissões de gases causadores do efeito estufa. Sucesso nesta área pode ter um grande impacto em mitigação. Este estudo enfoca no caso de REDD+, um experimento de governança no financiamento do clima e um promissor mecanismo de mitigação com baixo custo para incentivar os países em desenvolvimento a implementar abordagens políticas que reduzam emissões oriundas do desmatamento e da degradação florestal. O REDD + é considerado um mecanismo inovador em acordos de cooperação internacional sob o regime da UNFCCC, pois foi idealizado para ser baseado em desempenho. O Brasil é o maior receptor do mundo e tem o mais importante experimento de REDD+ - o Fundo Amazônia. A ausência de teorias desenvolvidas nessa área levou ao uso da metodologia grounded theory para compreender o processo de governança de REDD+ no Brasil. A partir dos dados primários foidesenvolvido o \'REDD+ Governance Theoretical Framework\'. Trata-se de uma teoria substantiva formada por sete categorias (Governança, Estratégia, Financiamento, Implementação, Participação de stakeholders, Ação coletiva e Aprendizagem coletiva) que se relacionam e explicam o fenômeno. Este estudo sugere que a ausência de arranjos institucionais para estimular a aprendizagem coletiva e incorporar as lições aprendidas durante a implementação tem sido um grande obstáculo para melhorar a governança de REDD+ no Brasil. Melhorar a efetividade do ciclo político pode depender do estabelecimento de arranjos específicos com foco em processos de revisão por pares que envolvam entidades responsáveis pela implementação e especialistas da sociedade civil. O estabelecimento de um sistema de aprendizagem recursiva poderia facilitar a resolução de alguns problemas de coordenação política e criar novas oportunidades para aprimorar o processo de governança de REDD+. Esta teoria contribui para a construção do conhecimento científico focado no financiamento do clima, estimula a discussão, sugere oportunidades para novas pesquisas e avanços teóricos. O framework teórico pode ajudar outros países em desenvolvimento a implementar estratégia, sistema ou regime nacional de REDD+. As lições aprendidas no Brasil, baseadas no sucesso e fracasso, podem ser absorvidas por outros países em desenvolvimento. A teoria contribui para o debate internacional sobre os princípios da boa governança nos acordos decooperação internacional e na eficácia da ajuda financeira. Este estudo oferece uma oportunidade para que os policy makers e os profissionais aprendam sobre os desafios e obstáculos enfrentados pelo Brasil ao implementar um inovador mecanismo de financiamento do clima baseado em resultados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINSKY, Vanessa Cuzziol; KRUGLIANSKAS, Isak. Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD+ in Brazil. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-14122017-163027/ >.
    • APA

      Pinsky, V. C., & Kruglianskas, I. (2017). Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD+ in Brazil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-14122017-163027/
    • NLM

      Pinsky VC, Kruglianskas I. Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD+ in Brazil [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-14122017-163027/
    • Vancouver

      Pinsky VC, Kruglianskas I. Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD+ in Brazil [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-14122017-163027/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021