Exportar registro bibliográfico

Avaliação do extrato etanólico das flores de Erythrina mulungu Benth. no tratamento da asma em um modelo animal (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: AMORIM, JOWANKA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: ASMA; FITOTERAPIA; INFLAMAÇÃO; MODELOS ANIMAIS; FABACEAE
  • Keywords: Asma; Asthma; Herbal medicine; Inflamação; Inflammation; Leguminosae; Leguminosae; Planta medicinal
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Estima-se que 300 milhões de pessoas no mundo possuam asma e há expectativa de aumentar o número de mortes pela doença nos próximos 10 anos. Parte disto deve-se à limitação na eficácia dos tratamentos atuais e à heterogeneidade da doença. Erythrina mulungu Benth. (Leguminosae, mulungu) é uma planta nativa brasileira de interesse do Sistema Único de Saúde para ser estudada e que apresenta potenciais efeitos anti-inflamatórios. Objetivo: Avaliar os efeitos da administração do extraio etanólico das flores de E. mulungu no tratamento da asma em um modelo experimental, e os mecanismos envolvidos. Métodos: Camundongos Balb/c sensibilizados com ovalbumina (OVA) foram tratados por via intraperitoneal com 4 doses (200, 400, 600 e 800 mg/kg) do extrato de E. mulungu, ou dexametasona (2 mg/kg) - controle positivo - durante 7 dias consecutivos e foram paralelamente desafiados com ovalbumina intranasal. A hiper-responsividade brônquica foi avaliada in vivo, 24 h após o último desafio; o lavado broncoalveolar (LBA) foi coletado para avaliação do número de células totais e diferencial por citômetro e contagem microscópica, respectivamente. O sangue foi coletado para dosagem de anconticorpos IgE para ovalbumina. Níveis de citocinas IL-4, IL-5, IL-10, IL-13 e INF-γ foram dosados no homogenato pulmonar através do ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA); e o recrutamento de células inflamatórias no tecido foi avaliado coloração Hematoxilina-Eosina (H&E). O perfil cromatográfico da planta foi analisado por cromatografia líquida de alta pressão (HPLC), seguido de espectrofotometria de massas (MS). Resultados: O tratamento com E. mulungu diminuiu significativamente o aumento da hiper-responsividade brônquica nos animais em todas as doses testadas. Diminuiu o número de células totais, eosinófilos e linfócitos no LBA, significativamente na dose de 600 mg/kge suprimiu significativamente a concentração de IL4 e IL-5. Além disso, E. mulungu diminuiu significativamente o recrutamento de células inflamatórias no tecido dos animais asmáticos. Erisotrina, N-óxido-erisotrina e hipaforina foram os constituintes majoritários encontrados. Conclusão: Coletivamente esses resultados sugerem que E. mulungu tem potencial para uso no tratamento da asma, através da modulação da resposta inflamatória, apresentando efeitos imunomodulador e anti-inflamatório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMORIM, Jowanka; CARMONA, Fabio. Avaliação do extrato etanólico das flores de Erythrina mulungu Benth. no tratamento da asma em um modelo animal. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17144/tde-17042018-164232/ >.
    • APA

      Amorim, J., & Carmona, F. (2017). Avaliação do extrato etanólico das flores de Erythrina mulungu Benth. no tratamento da asma em um modelo animal. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17144/tde-17042018-164232/
    • NLM

      Amorim J, Carmona F. Avaliação do extrato etanólico das flores de Erythrina mulungu Benth. no tratamento da asma em um modelo animal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17144/tde-17042018-164232/
    • Vancouver

      Amorim J, Carmona F. Avaliação do extrato etanólico das flores de Erythrina mulungu Benth. no tratamento da asma em um modelo animal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17144/tde-17042018-164232/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021