Exportar registro bibliográfico

Investigação sobre a memória de trabalho utilizando ressonância magnética funcional (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: KOPEL, FELIPE MACEDO - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FGE
  • Subjects: IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; NEUROIMAGEM; NEUROCIÊNCIAS; MEMÓRIA DE CURTO PRAZO
  • Language: Português
  • Abstract: A técnica de ressonância magnética funcional está evoluindo rapidamente de um interesse técnico para aplicações clínicas e em neurociência. Um grande número de questões, entretanto, ainda orbita o método de aquisição e análise de dados desta técnica. Este trabalho realizou a implementação de um protocolo de pesquisa por ressonância magnética funcional e a aplicação deste método para um estudo sobre mudanças de adaptação e dificuldade em memória de trabalho humana. Oito voluntários sadios foram submetidos a uma coleção de aquisições funcionais enquanto executavam uma tarefa de memória de trabalho n-back, promovida por estímulos visuais. Na aquisição de adaptação dos voluntários, foi observado mudanças na atividade neuronal do córtex visual primário devido a adaptação nos primeiros minutos de contato de cada indivíduo com a tarefa, possivelmente relacionando-se com o caráter visual do estímulo. Na segunda aquisição, a frequência de estímulos foi variada para modificar a dificuldade de realização da tarefa. Mudanças de atividade no lobo parietal superior, giro supramarginal e córtex pré-motor foram observadas, quando comparado as atividades de memória e controle, mas nenhuma mudança no córtex dorsolateral do giro pré-frontal, por vezes observado em experimentos de memória de trabalho, foi observada. Atividades no cerebelo foram identificadas apenas quando a condição de dificuldade foi extrema, tornando possível distinguir condições fáceis de difíceis de acordo com os resultados psciométricos. Adicionalmente às análises de mapa paramétrico, análises quantitativas identificaram uma relação entre a atividade no giro fusiforme e a demanda cognitiva proporcionada pelo aumento da dificuldade. (CONTINUA)(CONTINUAÇÃO) Tais resultados demonstram a capacidade da técnica de ressonância magnética funcional para estudar construtos cognitivos como memória de trabalho, aprendizado e controle de dificuldade.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOPEL, Felipe Macedo; RABBANI, Said Rahnamaye. Investigação sobre a memória de trabalho utilizando ressonância magnética funcional. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-25012018-153313/pt-br.php >.
    • APA

      Kopel, F. M., & Rabbani, S. R. (2017). Investigação sobre a memória de trabalho utilizando ressonância magnética funcional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-25012018-153313/pt-br.php
    • NLM

      Kopel FM, Rabbani SR. Investigação sobre a memória de trabalho utilizando ressonância magnética funcional [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-25012018-153313/pt-br.php
    • Vancouver

      Kopel FM, Rabbani SR. Investigação sobre a memória de trabalho utilizando ressonância magnética funcional [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-25012018-153313/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021