Exportar registro bibliográfico

Quando tudo nos é estranho para onde vamos? A inserção de imigrantes portugueses no movimento associativo português da cidade de São Paulo (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: ANTUNES, SOFIA MARTINS PERES - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: NARRATIVA; MIGRAÇÃO; SOFRIMENTO; PSICOLOGIA SOCIAL; PORTUGUESES
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação é uma pesquisa qualitativa em Psicologia Social. Seu objetivo concentrou-se em investigar se a inserção de imigrantes portugueses, em espaços associativos lusitanos da cidade de São Paulo, pode ser visto como uma tentativa destes de resistirem aos processos de desenraizamento, ocasionados pela ruptura proveniente do ato de emigrar de seu país de origem. O método escolhido pautou-se na análise das histórias de vida transmitidas pelas narrativas orais. Desse modo, embarcamos nas vicissitudes da vida de seis portugueses, nascidos nas décadas de 1920 e 1930 e percorremos três tempos de suas biografias: tempos da infância, período de mudança e, por último, a vida no Brasil. O conceito de enraizamento e de desenraizamento, que rege o aporte teórico da pesquisa, foi extraído da obra da filósofa francesa Simone Weil, difundida no Brasil pela psicóloga social Éclea Bosi. Ademais, ao longo desta dissertação, dialogamos com estudiosos de diversos campos de conhecimento, como sociólogos, historiadores, filósofos e psicólogos, a fim de refletir a respeito da hipótese desta pesquisa, a saber se a participação em uma organização coletiva pode ser considerada um ponto favorável para que o sofrimento da ruptura biográfica não esfacele a memória do passado, preservando os vínculos e as lembranças destes portugueses. Por fim, apontamos que estas organizações foram criadas e mantidas como formas de enfrentar o sofrimento psicossocial gerado pela emigração. Constatamos que ainserção dos seis idosos portugueses nas entidades estudadas foi considerada como um movimento de ir ao encontro do familiar. Concluímos que, ao articular nesses espaços experiências do passado que os impulsionaram para o futuro, provendo ancoramento por meio do respaldo identitário, cultural e memorialístico, estes tiveram, novamente, a oportunidade se re-enraizar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANTUNES, Sofia Martins Peres; SVARTMAN, Bernardo Parodi. Quando tudo nos é estranho para onde vamos? A inserção de imigrantes portugueses no movimento associativo português da cidade de São Paulo. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-10112017-152144/ >.
    • APA

      Antunes, S. M. P., & Svartman, B. P. (2017). Quando tudo nos é estranho para onde vamos? A inserção de imigrantes portugueses no movimento associativo português da cidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-10112017-152144/
    • NLM

      Antunes SMP, Svartman BP. Quando tudo nos é estranho para onde vamos? A inserção de imigrantes portugueses no movimento associativo português da cidade de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-10112017-152144/
    • Vancouver

      Antunes SMP, Svartman BP. Quando tudo nos é estranho para onde vamos? A inserção de imigrantes portugueses no movimento associativo português da cidade de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-10112017-152144/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021