Exportar registro bibliográfico

Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: VOLTARELLI, MONIQUE APARECIDA - FE
  • Unidade: FE
  • Assunto: INFÂNCIA
  • Keywords: América do Sul; Campo científico; Estudos sociais da infância; Scientific field; Social studies of childhood; Sociologia da infância; Sociology of childhood; South America
  • Language: Português
  • Abstract: Nos últimos anos, pode-se visualizar o aumento das produções e das publicações sobre o tema da infância pela ótica dos cientistas sociais, que a têm investigado sob nova perspectiva, assim como discutido e verificado outras possibilidades metodológicas de se realizar pesquisas com e sobre crianças, num movimento de busca de compreensão do seu papel e do da infância no mundo contemporâneo. Ao considerar que o campo da sociologia da infância tem produção internacional e que pesquisadores de diferentes países têm apresentado suas pesquisas em congressos da área e publicado seus trabalhos em livros ou periódicos, verificou-se que há pouca informação sobre estudos da infância na América do Sul. Esta pesquisa propôs-se a investigar o desenvolvimento do campo em ao menos dois países deste continente, a fim de compreender o que se tem pesquisado e produzido na perspectiva da sociologia da infância. A investigação mapeou, considerando o período de 2010 a 2013, as produções de autores sul-americanos hispano-falantes, por meio da consulta a diferentes bases de dados, da realização de visitas aos países escolhidos para melhor conhecimento da produção, e de entrevistas com os pesquisadores. Para a compreensão da configuração do campo na América do Sul, recorreu-se ao conceito de campo científico em Bourdieu, sendo que, com as contribuições da obra desse autor, juntamente com a realização da análise de conteúdo, foram identificados os temas consagrados nas publicações, as abordagensteóricas, os caminhos metodológicos, as áreas predominantes nos estudos, e os elementos que estruturam o campo na Argentina e no Chile, países investigados. Considera-se que o campo da sociologia da infância e o campo interdisciplinar dos estudos sociais da infância convivem nesses países, como resultado das diferentes formações dos pesquisadores do campo e dos variados contextos de vida das crianças. Constata-se que, num primeiro momento, as produções europeia e norte-americana tiveram grande influência na realização de investigações científicas nos países investigados, mas conclui-se que os movimentos próprios do campo podem estruturar outros caminhos para as produções e teorizações da infância no hemisfério sul
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VOLTARELLI, Monique Aparecida; NASCIMENTO, Maria Letícia Barros Pedroso. Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-31102017-110759/ >.
    • APA

      Voltarelli, M. A., & Nascimento, M. L. B. P. (2017). Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-31102017-110759/
    • NLM

      Voltarelli MA, Nascimento MLBP. Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-31102017-110759/
    • Vancouver

      Voltarelli MA, Nascimento MLBP. Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-31102017-110759/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021