Exportar registro bibliográfico

Leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica causada pela Leishmania infantum chagasi no município de Amapala, Valle, Honduras: caracterização imuno-histopatológica das lesões de pele (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SANDOVAL PACHECO, CARMEN MARIA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: HONDURAS; LEISHMANIOSE CUTÂNEA; LEISHMANIA INFANTUM; IMUNOHISTOQUÍMICA; IMUNOLOGIA CELULAR; PATOLOGIA CELULAR
  • Keywords: Honduras; Immunity cellular; Immunohistochemistry; Leishmaniasis
  • Language: Português
  • Abstract: Nas Américas, em especial na América do Sul, a infecção por Leishmania (L.) infantum chagasi causa manifestações subclínicas e leishmaniose visceral (LV), a qual quando não tratada é potencialmente fatal. Na América Central, especialmente em Honduras, a leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica e a leishmaniose visceral são causadas pelo mesmo agente etiológico Leishmania (L.) infantum chagasi e ocorrem na mesma região geográfica. Pouco se conhece sobre o perfil da infecção humana por Leishmania (L.) infantum chagasi em Honduras, especialmente sobre a forma não ulcerada ou atípica, sendo assim, no sentido de compreender melhor a patogênese da infecção causada por esta espécie de parasito no município de Amapala (Valle) e Orocuina (Choluteca), Honduras, o presente estudo visou a caracterização histopatológica e da resposta imune celular in situ em lesões de pacientes com leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica. Foram utilizadas 20 biópsias de pele de pacientes com diagnóstico parasitológico confirmado por raspado de lesão corado por Giemsa e observado em microscópio ótico. A histopatologia foi avaliada em cortes histológicos corados por hematoxilina-eosina (HE) e a resposta imune por meio da reação de imunoistoquímica utilizando anticorpos primários para macrófagos (CD68), linfócitos T (CD4, CD8), células natural killer - NK (CD56), linfócitos B (CD20), óxido nítrico sintetase (NOS2) e interferon-gama (IFN-y. Microscopicamente as alterações histopatológicas maissignificativas foram observadas na derme superficial e profunda caracterizando-se por um infiltrado inflamatório predominantemente linfohistiocitário de intensidades variável com arranjo difuso e, por vezes, associado à formação de granulomas epitelioides. A observação de formas sugestivas do parasito ocorreu em apenas 55 % dos casos. A análise imunoistoquímica das lesões confirmou a presença de células mononucleares no infiltrado inflamatório caracterizada principalmente pela presença de linfócitos TCD8+, seguido por TCD4+, macrófagos, linfócitos B e células NK. A grande densidade de células INF-y+ e a presença da enzima iNOS, responsável pela produção de óxido nítrico, molécula com atividade leishmanicida, em quase a totalidade dos macrófagos do infiltrado inflamatório, sugere uma resposta imune local bastante efetiva, que colabora para o controle do número de parasitos e consequentemente a evolução do tamanho da lesão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANDOVAL PACHECO, Carmen Maria; LAURENTI, Marcia Dalastra. Leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica causada pela Leishmania infantum chagasi no município de Amapala, Valle, Honduras: caracterização imuno-histopatológica das lesões de pele. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14112017-155911/ >.
    • APA

      Sandoval Pacheco, C. M., & Laurenti, M. D. (2017). Leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica causada pela Leishmania infantum chagasi no município de Amapala, Valle, Honduras: caracterização imuno-histopatológica das lesões de pele. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14112017-155911/
    • NLM

      Sandoval Pacheco CM, Laurenti MD. Leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica causada pela Leishmania infantum chagasi no município de Amapala, Valle, Honduras: caracterização imuno-histopatológica das lesões de pele [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14112017-155911/
    • Vancouver

      Sandoval Pacheco CM, Laurenti MD. Leishmaniose cutânea não ulcerada ou atípica causada pela Leishmania infantum chagasi no município de Amapala, Valle, Honduras: caracterização imuno-histopatológica das lesões de pele [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-14112017-155911/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021