Exportar registro bibliográfico

Malformações arteriovenosas encefálicas: impacto da angioarquitetura nidal no resultado do tratamento radiocirúrgico isolado ou precedido de embolização (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: PERES, CARLOS MICHEL ALBUQUERQUE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS OPERATÓRIOS; MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS; FÍSTULA ARTERIOVENOSA; HEMORRAGIA SUBARACNOIDE; EMBOLIZAÇÃO TERAPÊUTICA
  • Keywords: Brain arteriovenous malformation; Cerebral hemorrhage; Embolization; Endovascular treatment; Radiosurgery
  • Language: Português
  • Abstract: Aspectos morfológicos do nido e embolização parcial neoadjuvante sem intenção de cura de malformações arteriovenosas encefálicas, precedendo a radiocirurgia, podem ter influência no resultado final do tratamento. Métodos: série consecutiva de 47 pacientes submetidos à radiocirurgia (1 a 5 sessões), precedida ou não por embolização com cianoacrilato. Acompanhamento clínico e radiológico mínimo de 36 meses. Resultados: a apresentação hemorrágica ocorreu em 68,1% dos pacientes tratados; destes, 62,5% portavam fístula arteriovenosa dentro da malformação arteriovenosa; 83,3% ectasia venosa e 90% restrição à drenagem venosa. A taxa de oclusão de embolização seguida de radiocirurgia foi de 46,1% e da radiocirurgia isolada foi de 52,4% (p=0,671). Foram identificados como fatores favoráveis à oclusão: baixo volume nidal, ausência de fístula arteriovenosa intranidal, maior dose de radiação e baixo grau na classificação das malformações arteriovenosas encefálicas baseadas na radiocirurgia (RBAS). Conclusões: o menor volume nidal (p < 0,001), o menor grau na escala RBAS (p=0,047), a ausência de fístula arteriovenosa intranidal (p=0,001) e a maior dose prescrita (p=0,001) tiveram correlação com resultado favorável no tratamento. Embolização seguida de radiocirurgia não foi superior à radiocirurgia isolada (p=0,772). A eliminação de fístulas arteriovenosas intranidais pela embolização pode aumentar a eficácia da radiocirurgia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PERES, Carlos Michel Albuquerque; CALDAS, José Guilherme Mendes Pereira. Malformações arteriovenosas encefálicas: impacto da angioarquitetura nidal no resultado do tratamento radiocirúrgico isolado ou precedido de embolização. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-16112017-110424/ >.
    • APA

      Peres, C. M. A., & Caldas, J. G. M. P. (2017). Malformações arteriovenosas encefálicas: impacto da angioarquitetura nidal no resultado do tratamento radiocirúrgico isolado ou precedido de embolização. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-16112017-110424/
    • NLM

      Peres CMA, Caldas JGMP. Malformações arteriovenosas encefálicas: impacto da angioarquitetura nidal no resultado do tratamento radiocirúrgico isolado ou precedido de embolização [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-16112017-110424/
    • Vancouver

      Peres CMA, Caldas JGMP. Malformações arteriovenosas encefálicas: impacto da angioarquitetura nidal no resultado do tratamento radiocirúrgico isolado ou precedido de embolização [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-16112017-110424/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021