Exportar registro bibliográfico

Efeitos do treinamento pliométrico em variáveis fisiológicas e neuromusculares de corredores de longa distância (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated author: MANECHINI, JOÃO PAULO VIEIRA - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: CORREDOR; SALTOS; CORRIDAS
  • Keywords: Corredores de fundo; Distance runners; Educativos de corrida; Lactate threshold; Limiar de lactato; Plyometric training; Running technique exercises; Saltos verticais; Treinamento pliométrico; Vertical jumps
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de comparar os efeitos do treinamento de força rápida em parâmetros fisiológicos, mecânicos e neuromusculares de corredores de fundo, o presente trabalho contou com uma amostra de 18 atletas amadores do sexo masculino, praticantes de corrida de rua e com experiência em provas de longa distância (21km ou acima). A amostra foi selecionada para o grupo "treinamento de força rápida", (RPG - grupo experimental) ou "exercícios educativos técnicos de corrida" (RTG - grupo controle), que realizaram seis semanas de exercícios distintos. No intuito de avaliar o desempenho em variáveis-chave para o rendimento de fundistas, os sujeitos foram submetidos a uma série de testes em dois momentos distintos: após a semana de aprendizagem e adaptação aos exercícios (pré) e ao final das seis semanas dos protocolos propostos (pós). A bateria de testes foi composta por: testes de saltos verticais (Altura [H], Potência Pico [PP] e Potência Relativa [PR] do salto para as técnicas Squat Jump [SJ], Counter Movement Jump [CMJ] e Drop Jump 40cm [DJ40]); salto horizontal [SH] e salto sêxtuplo alternado [S6A] (distância saltada); uma repetição máxima no agachamento guiado (carga absoluta [1RM Abs.] e relativa à massa corporal [1RM Rel.]); teste de contração isométrica voluntária máxima (CIVM - força pico [Fpico], força pico relativa à massa corporal [Fpico R.], tempo da força pico [TFPICO] e taxa de desenvolvimento de força [TDF]); teste incremental de esteira (Velocidade Pico em Esteira [VPE] e Velocidade do Limiar de Lactato [vLL]); e tempo limite em esteira na VPE (Tlim). O tratamento estatístico foi realizado por meio do Software IBM@ SPSS® Statistics v. 20.0, para Windows (IBM Corporation, Chicago, USA). A ANOVA Modelo Misto foi utilizada para as comparações das variáveis de desempenho entre momentos e entre grupos, com teste post-hoc de Bonferroni quando necessário, e o teste t deStudent para amostras independentes foi realizado para comparar as variáveis relativas ao treinamento entre os grupos. Todas as variáveis foram submetidas aos testes estatistícos Cohen's "d" de Magnitude de Efeito (ES) e Probabilidade Quantitativa de Chances (QC). Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes para as variáveis Altura de Salto e Potência Relativa para a técnica de salto vertical Squat Jump entre os momentos pré e pós treinamento para o grupo RPG (HSJ: F = 6,973; p = 0,018; PRSJ: F = 8,421; p = 0,01) e Altura de Salto e Potência Relativa para a técnica de salto vertical Counter Movement Jump entre os grupos RPG e RTG, após as seis semanas de exercícios (HCMJ: F = 6,163; P = 0,025; PRCMJ: F - 4,667; p = 0,046). Foi identificada diferença significativa para a variável 'tempo da Fpico' (F = 7,731; P = 0,013) durante o teste de CIVM para o grupo RPG entre os momentos. O grupo Controle, ainda, apresentou queda na variável VPE após as seis semanas do protocolo (F = 5,493; p 0,032), o que não foi observado no grupo Pliometria. Ademais, o grupo experimental apresentou redução nos valores de lactato sanguíneo nos minutos 1, 3 e 5 após o teste de Tlim (F = 16,858; p = 0,001; F = 8,406; p - 0,01; F - 12,092; p = 0,003, respectivamente). É possível concluir que o treinamento pliométrico foi superior ao protocolo de exercícios educativos no intuito de melhorar o desempenho da força rápida de membros inferiores, contribuindo, ainda, para a manutenção dos níveis iniciais de desempenho em corrida e a melhora da remoção do lactato sanguíneo, o que não pode ser observado no grupo RTG
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2017
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANECHINI, João Paulo Vieira; PUGGINA, Enrico Fuini. Efeitos do treinamento pliométrico em variáveis fisiológicas e neuromusculares de corredores de longa distância. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-17042018-162823/ >.
    • APA

      Manechini, J. P. V., & Puggina, E. F. (2017). Efeitos do treinamento pliométrico em variáveis fisiológicas e neuromusculares de corredores de longa distância. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-17042018-162823/
    • NLM

      Manechini JPV, Puggina EF. Efeitos do treinamento pliométrico em variáveis fisiológicas e neuromusculares de corredores de longa distância [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-17042018-162823/
    • Vancouver

      Manechini JPV, Puggina EF. Efeitos do treinamento pliométrico em variáveis fisiológicas e neuromusculares de corredores de longa distância [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-17042018-162823/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020