Exportar registro bibliográfico

Participação da NAD(P)H oxidase nos efeitos do consumo crônico de etanol sobre o corpo cavernoso de rato (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: LEITE, LETÍCIA NOGUEIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: ÁLCOOL; ETANOL; DISFUNÇÃO ERÉTIL
  • Language: Português
  • Abstract: O dano vascular causado pelo etanol envolve a formação de espécies reativas de oxigênio (ERO) e redução da biodisponibilidade do óxido nítrico (NO). A NAD(P)H oxidase é uma importante fonte de geração de ERO nas células endoteliais e do músculo liso vascular. Portanto, o objetivo do presente estudo foi investigar a participação da NAD(P)H oxidase na disfunção erétil (DE), estresse oxidativo e processo inflamatório induzido pelo consumo crônico de etanol por meio de sua inibição pela apocinina. O trabalho demonstrou pela primeira vez o envolvimento da NAD(P)H oxidase no prejuízo da função erétil de ratos induzida pelo consumo crônico de etanol. Houve redução do relaxamento induzido pela acetilcolina após o consumo de etanol por 6 semanas e foi demonstrada a participação das ERO geradas pela NAD(P)H oxidase nesta resposta, uma vez que o tratamento com apocinina promoveu aumento do relaxamento observado. Além disso, observou-se o envolvimento da NAD(P)H oxidase na redução dos níveis de nitrato/nitrito (NOx) e peróxido de hidrogênio (H2O2) no corpo cavernoso de animais do grupo etanol e aumento da geração de ânion superóxido (O2-). Sabe-se que o O2- reage com o NO levando a diminuição da sua biodisponibilidade. Assim, a produção excessiva de O2 induzida pelo consumo de etanol pode ser o responsável pela redução dos níveis de NOx e do relaxamento induzido pela acetilcolina observado no corpo cavernoso de animais etanol. O consumo de etanol aumentou a expressão proteica da Nox2 no corpo cavernoso de ratos, mas não alterou a expressão da Nox1, Nox4, p47phox e Noxo1. O aumento da expressão da Nox2 foi prevenido pelo tratamento com apocinina. Além disso, a partir da avaliação da translocação citosol/membrana da subunidade organizadora p47phox, foi possível observar que o consumo crônico de etanol induziu aumento da translocação da p47phox paraa membrana, indicando aumento da atividade da NAD(P)H oxidase no corpo cavernoso dos animais do grupo etanol. Também foi demonstrado que a enzima NAD(P)H oxidase está envolvida na redução da atividade da superóxido dismutase e aumento da atividade da catalase, resultando na redução dos níveis de H2O2 descrita neste trabalho. Houve aumento da expressão da COX-1 e diminuição da COX-2 após consumo de etanol, sendo ambas as respostas moduladas pela NAD(P)H oxidase. O consumo de etanol diminuiu a expressão proteica da MAPKp38 e fosforilação da SAPK/JNK no corpo cavernoso de ratos. No entanto, o etanol não afetou a expressão da ERK1/2 e fosforilação da MAPKp38. O consumo de etanol aumentou os níveis de TNF-α, no corpo cavernoso e plasma, a expressão proteica da ICAM-1, iNOS e fração nuclear da subunidade p65 do NF-kB e promoveu a migração de neutrófilos. Observou-se que a NAD(P)H oxidase está envolvida no aumento da expressão da ICAM-1 e iNOS e dos níveis de TNF-α. Estes resultados sugerem que o consumo crônico de etanol induz uma resposta inflamatória no corpo cavernoso de ratos e esta pode ser um dos mecanismos envolvidos na DE associada ao consumo de etanol. Portanto, a partir dos resultados obtidos, o estudo demonstrou que o consumo crônico de etanol induz aumento do estresse oxidativo, resposta que parece estar implicada no prejuízo da função erétil observado nos animais que beberam etanol. Além disso, o trabalho evidenciou a participação da NAD(P)H oxidase em vias de sinalização que regulam processos de resposta inflamatória induzidos pelo consumo crônico de etanol
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Letícia Nogueira; TIRAPELLI, Carlos Renato. Participação da NAD(P)H oxidase nos efeitos do consumo crônico de etanol sobre o corpo cavernoso de rato. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.
    • APA

      Leite, L. N., & Tirapelli, C. R. (2017). Participação da NAD(P)H oxidase nos efeitos do consumo crônico de etanol sobre o corpo cavernoso de rato. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Leite LN, Tirapelli CR. Participação da NAD(P)H oxidase nos efeitos do consumo crônico de etanol sobre o corpo cavernoso de rato. 2017 ;
    • Vancouver

      Leite LN, Tirapelli CR. Participação da NAD(P)H oxidase nos efeitos do consumo crônico de etanol sobre o corpo cavernoso de rato. 2017 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021