Exportar registro bibliográfico

Características do miocárdio ventricular esquerdo e do quadríceps femoral pela ressonância magnética em atletas fundistas e rasistas (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SENCOVICI, LUCIANO - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: FENÔMENOS BIOLÓGICOS; SISTEMA RESPIRATÓRIO; FENÔMENOS FISIOLÓGICOS MUSCULOSQUELÉTICOS; EXERCÍCIO FÍSICO; ANÁLISE QUÍMICA DO SANGUE; SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
  • Keywords: Blood chemical analysis; Circulatory and respiratory physiological phenomena; Exercise; Magnetic resonance imaging; Musculoskeletal system; Spirometry
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O aumento da cavidade ou da espessura do ventrículo esquerdo (VE) e da alteração morfológica do quadríceps se dão de forma diferente dependendo do tipo de atividade esportiva realizada (aeróbica ou anaeróbica). O presente estudo se propôs em verificar o grau de desenvolvimento da hipertrofia cardíaca e da musculatura periférica (quadríceps) em atletas fundistas e rasistas. MÉTODOS: Participaram deste estudo 16 (dezesseis) atletas de alta performance, voluntários, divididos em dois grupos: 8 (oito) atletas fundistas (corredores de 10000 metros) e 8 (oito) atletas rasistas (corredores de100 metros livre). Cada atleta foi submetido a uma coleta de sangue em jejum para as análises laboratoriais de rotina. Foram submetidos a exame de ressonância magnética cardíaca e do quadríceps femoral e, por fim, realizaram teste de esforço com a utilização da ergoespirometria. Para a análise estatística foram utilizados teste de Shapiro-Wilk para normalidade, quando não confirmado a normalidade, foi realizado o teste não paramétrico de Mann-Whitney, teste de Levene para homocedasticidade, teste t student para análise descritiva e comparativa entre os grupos e o teste de correlação de Spearman. RESULTADOS: Os fundistas e rasistas, respectivamente, apresentaram semelhanças nas comparações entre as variáveis antropométricas e clinicas, apresentando diferenças significativas nas variáveis sanguíneas direcionadas à troponina (2,2±1,0 e 3,0±2,4 ng/mL) com p = 0,042, creatina quinase (CKMB) com valoresde 0,007 ng/mL e 0,016 ng/mL com p=0,001 e creatina fosfoquinase (CPK) com valores de 166,3±84,1 U/L e 465,1±221,6 U/L com p = 0,017, respectivamente. Em relação a variável relacionada à capacidade aeróbica dos corredores, não se observou diferenças entre corredores fundistas e rasistas. No que tange aos resultados apresentados na ressonância magnética, verificou-se diferença estatística comparativa no volume do quadríceps entre fundistas (3263,7 cm3) e rasistas (4946,4 cm3) sendo p < 0,01. Foi apresentado correlação significante no tamanho da área do quadríceps no grupo fundista (161,8±19,6 cm2) com a variável do diâmetro diastólico final do ventrículo esquerdo (DDF do VE) (5,3±0,5 cm) e no diâmetro sistólico final (DSF do VE) (3,5±0,4 cm), com p=0,05 em ambos. Ainda no grupo fundista, observou-se uma correlação positiva do DDF do VE com o volume do quadríceps (3263,7±212,2 cm3), com p = 0,04. No grupo rasista a significância estatística (p = 0,04) foi na aorta ascendente (2,7±0,5 cm) em correlação com a área do quadríceps (198,8±21,1 cm2) e no DSF do VE (3,5±0,5 cm) com o volume do quadríceps (4946,4±470,4 cm3). CONCLUSÃO: Com esses resultados pode-se afirmar que o quadríceps e o miocárdio adaptam-se estrutural e funcionalmente ao treinamento físico, sendo essas adaptações distintas de acordo com o tipo de modalidade esportiva realizada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SENCOVICI, Luciano; RAMIRES, Jose Antonio Franchini. Características do miocárdio ventricular esquerdo e do quadríceps femoral pela ressonância magnética em atletas fundistas e rasistas. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-09112017-103015/ >.
    • APA

      Sencovici, L., & Ramires, J. A. F. (2017). Características do miocárdio ventricular esquerdo e do quadríceps femoral pela ressonância magnética em atletas fundistas e rasistas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-09112017-103015/
    • NLM

      Sencovici L, Ramires JAF. Características do miocárdio ventricular esquerdo e do quadríceps femoral pela ressonância magnética em atletas fundistas e rasistas [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-09112017-103015/
    • Vancouver

      Sencovici L, Ramires JAF. Características do miocárdio ventricular esquerdo e do quadríceps femoral pela ressonância magnética em atletas fundistas e rasistas [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-09112017-103015/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020