Exportar registro bibliográfico

Pesquisa de biomarcadores como fator prognóstico nos tumores da família do sarcoma de Ewing (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: MACHADO, LUCAS FARIA ABRAHãO - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOT
  • Subjects: SARCOMA DE EWING; BIOMARCADORES; IMUNOHISTOQUÍMICA; PROGNÓSTICO
  • Keywords: Biomarkers; Ewing sarcoma; Immunohistochemistry; Primitive neuroectodermal tumors; Prognosis; Tumores; Tumores neuroectodérmicos primitivos; Tumors
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Os tumores da família do sarcoma de Ewing (TFSE) compreendem um espectro de neoplasias de células neuroectodérmicas dos ossos e partes moles de comportamento biológico agressivo e prognóstico reservado, caracterizadas por translocações envolvendo um dos genes da família TET/FET e um dos genes da família ETS, mais comumente EWSR1 e FLI1. Com o avanço da medicina personalizada, cresce a demanda por biomarcadores em TFSE que tenham valor como fatores prognósticos e potencial para futuras terapias-alvo específicas. Este estudo propôs biomarcadores, incluindo proteínas relacionadas à supressão tumoral, proliferação celular, metabolismo energético, atividade imune, vias de reparo do DNA e células tronco. MÉTODOS: A expressão imuno-histoquímica dos biomarcadores MTAP, p16, STAG2, p53, USP22, PTEN, RKIP, Ciclina D1, MCTs (1, 2 e 4), CD147, CA IX, GLUT1, BRACHYURY, PD-L1, OCT4 e SALL4 foi analisada em uma série bem caracterizada de 113 TFSE através de amostras em tissue microarrays (TMA). Os perfis de expressão foram então associados aos parâmetros clínico-patológicos dos pacientes e à sobrevida global para uma análise do impacto no prognóstico. RESULTADOS: A hiperexpressão de p53 mostrou associação estatisticamente significativa com menor sobrevida global (p < 0,001), doença metastática no diagnóstico (p = 0,017) e idade acima de 20 anos (p = 0,04). A perda de expressão de MTAP (p = 0,039) e de Brachyury (p = 0,008) também se associaram significativamente com menorsobrevida global. Em relação às características clínicas dos pacientes, doença metastática no diagnóstico e etnia não-branca foram associados a um pior prognóstico. CONCLUSÕES: Os biomarcadores p53, MTAP e Brachyury foram identificados como fatores independentes relacionados ao prognóstico. A utilização destes biomarcadores como fator prognóstico nos TFSE pode auxiliar na estratificação de risco dos pacientes e até mesmo estimular o desenvolvimento de drogas-alvo específicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.08.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Lucas Faria Abrahão; CAMARGO, Olavo Pires de. Pesquisa de biomarcadores como fator prognóstico nos tumores da família do sarcoma de Ewing. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-10112017-115117/ >.
    • APA

      Machado, L. F. A., & Camargo, O. P. de. (2017). Pesquisa de biomarcadores como fator prognóstico nos tumores da família do sarcoma de Ewing. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-10112017-115117/
    • NLM

      Machado LFA, Camargo OP de. Pesquisa de biomarcadores como fator prognóstico nos tumores da família do sarcoma de Ewing [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-10112017-115117/
    • Vancouver

      Machado LFA, Camargo OP de. Pesquisa de biomarcadores como fator prognóstico nos tumores da família do sarcoma de Ewing [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5140/tde-10112017-115117/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021