Exportar registro bibliográfico

Análise funcional da proteína KMT2E na leucemia mielóide aguda (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, JULIANA POLTRONIERI DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: HEMATOLOGIA; LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA
  • Keywords: Acute myeloid leukemia; Hematologia; Hematology; KMT2E; KMT2E; Leucemia mielóide aguda
  • Language: Português
  • Abstract: O gene humano lysine methyltransferase 2E (KMT2E) pertence ao grupo Trithorax (TrxG) e age como proteína modificadora de histonas envolvida no controle transcricional de genes relacionados a hematopoiese. Foi previamente identificado como supressor tumoral, atuando sobre a diferenciação, proliferação e ciclo celular. DAMM et al. (2011) e LUCENA-ARAÚJO et al. (2014) descreveram a associação entre baixos níveis de expressão do gene KMT2E e desfechos desfavoráveis do tratamento de pacientes com leucemia mielóide aguda (LMA) e leucemia promielocítica aguda (LPA), respectivamente. O objetivo desse trabalho foi estudar os efeitos do aumento da expressão do gene KMT2E na leucemia mielóide aguda (LMA). Foi utilizada a linhagem celular U937, reconhecida como modelo de LMA, e o aumento da expressão do gene de interesse foi obtido por meio da transfecção das células com um vetor lentiviral contendo o cDNA codificante para a isoforma longa do gene (pCDH-MSCV-MCS-EF1-GFP+Puro, aqui chamado pMEG). As partículas lentivirais foram geradas por co-transfecção em células da linhagem HEK 293T, e posteriormente, titulados com a linhagem celular HT 1080. A expressão do gene e a presença da proteína foram confirmadas por qPCR e western blotting, respectivamente. Foram realizados ensaios funcionais de ciclo celular, proliferação, viabilidade, apoptose espontânea e induzida por trióxido de arsênico e luz ultravioleta e diferenciação celular induzida por 12-miristato 13-acetato de forbol (TPA), comas amostras U937 wild type (WT), U937 pMEG (U937 transduzidas com o vetor vazio) e U937 pMEG-KMT2E. Também foram realizadas mensurações da massa tumoral das células inoculadas em camundongos NSG. A expressão relativa do gene KMT2E na célula U937 pMEG-KMT2E foi 1000 vezes mais alta que na célula U937 sem a modificação genética. Os ensaios de diferenciação celular demonstraram que as células U937 pMEG-KMT2E apresentaram maior diferenciação em monócitos/macrófagos que as células controles, quando levada em consideração a marcação para o antígeno CD11c. A expressão induzida de KMT2E em células U937 não alterou a proliferação, viabilidade, ciclo celular, apoptose, ix espontânea ou induzida e o aspecto clonogênico in vitro, porém, foi associado a um maior crescimento tumoral em modelo animal. Nossa hipótese para justificar as diferenças entre os achados in vitro e in vivo é que o aumento da expressão de KMT2E, talvez por meio do aumento de CD11c, facilitou a interação entre as células e o microambiente, estimulando assim o crescimento tumoral in vivo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.03.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Juliana Poltronieri de; REGO, Eduardo Magalhães. Análise funcional da proteína KMT2E na leucemia mielóide aguda. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17154/tde-08062017-085309/ >.
    • APA

      Oliveira, J. P. de, & Rego, E. M. (2017). Análise funcional da proteína KMT2E na leucemia mielóide aguda. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17154/tde-08062017-085309/
    • NLM

      Oliveira JP de, Rego EM. Análise funcional da proteína KMT2E na leucemia mielóide aguda [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17154/tde-08062017-085309/
    • Vancouver

      Oliveira JP de, Rego EM. Análise funcional da proteína KMT2E na leucemia mielóide aguda [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17154/tde-08062017-085309/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021