Exportar registro bibliográfico

Enem e o percurso histórico do conceito de avaliação: implicações das e para as políticas educacionais (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: BRAVO, MARIA HELENA DE AGUIAR - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO; POLÍTICA EDUCACIONAL
  • Keywords: Avaliação educacional; Avaliação em larga escala; Avaliação externa; Educational policy; Educations evaluation; Exame Nacional do Ensino Médio; Exame Nacional do Ensino Médio; External evaluation; Large scale evaluation; Política educacional
  • Language: Português
  • Abstract: A avaliação externa e em larga escala tem assumido papel cada vez mais central na gestão da educação e é apresentada, desde os anos 90, como um dos principais instrumentos para a tomada de decisões nas políticas públicas de educação. Esse movimento, que fez com que tais avaliações passassem a compor mais acentuadamente o debate e a própria literatura da avaliação e da qualidade educacional, se materializou numa série de iniciativas do governo federal voltadas para a avaliação, dentre as quais se destaca a criação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), objeto desta Dissertação. Com o objetivo geral de expor e discutir acerca do conceito de avaliação subjacente ao Enem durante todo o seu percurso histórico, ensejando uma apreensão de seus objetos e finalidades explícitos e implícitos por meio de uma investigação qualitativa de cunho documental, a análise recaiu sobre os conteúdos conceituais que pudessem ser captados nos mais variados suportes de fundamentações teóricas do Enem. Partindo do pressuposto de que o Exame, com o passar dos anos, concretizou-se como política de Estado e não mais de governo, ocupando distintos lugares a depender das políticas educacionais a ele associadas, da mesma maneira que assumiria ou revelaria concepções de avaliação ou de medição de proficiências que lhe seriam subjacentes com distintas implicações, observou-se que o Enem aproximou-se, cada vez mais, das funções de um exame vestibular, sendo pouco a pouco dissociado de suas funçõesrelativas à avaliação do Ensino Médio. Nesse sentido, a adequada abordagem conceitual no interior do campo da avaliação diretamente relacionado ao Enem justifica-se, por um lado, pela própria possibilidade de ampliação do campo e, por outro, pela necessidade de aclarar e superar imprecisões conceituais que estariam limitando o alcance e a potencialidade de muitas avaliações semelhantes em curso
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRAVO, Maria Helena de Aguiar; ALAVARSE, Ocimar Munhoz. Enem e o percurso histórico do conceito de avaliação: implicações das e para as políticas educacionais. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13092017-154702/ >.
    • APA

      Bravo, M. H. de A., & Alavarse, O. M. (2017). Enem e o percurso histórico do conceito de avaliação: implicações das e para as políticas educacionais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13092017-154702/
    • NLM

      Bravo MH de A, Alavarse OM. Enem e o percurso histórico do conceito de avaliação: implicações das e para as políticas educacionais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13092017-154702/
    • Vancouver

      Bravo MH de A, Alavarse OM. Enem e o percurso histórico do conceito de avaliação: implicações das e para as políticas educacionais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13092017-154702/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021