Exportar registro bibliográfico

Validação cultural e confiabilidade das versões em português das escalas de mobilidade na UTI: Perme Intensive Care Unit Mobility Score e Intensive Care Unit Mobility Scale (IMS) (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KAWAGUCHI, YURIKA MARIA FOGAçA - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MFT
  • Subjects: FISIOTERAPIA; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; LIMITAÇÃO DE MOBILIDADE; ESTUDOS DE VALIDAÇÃO; EQUIPAMENTOS E PROVISÕES HOSPITALARES
  • Keywords: Deambulação precoce; Early mobilization; Equipment and supplies; Intensive care unit; Mobility limitations; Physical therapy modalities; Recovery of function; Validation studies
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Realizar a tradução, validação cultural para a língua portuguesa do Brasil e análise de concordância e confiabilidade entre avaliadores das escalas de mobilidade em unidade de terapia intensiva (UTI) Perme Intensive Care Unit Mobility Score - Perme Score e a Intensive Care Unit Mobility Scale - IMS. Métodos: O processo de tradução e adaptação seguiu as seguintes etapas: Preparação, tradução, reconciliação e síntese, tradução reversa, revisão, aprovação e pré-teste. Após estes processos, a versão em português das duas escalas foi utilizada por dois pesquisadores na avaliação de 103 pacientes críticos internados em UTI. O índice de Kappa e a análise de Bland-Altman foram utilizados para verificar a concordância entre as escalas. O coeficiente ? de Cronbach foi utilizado para verificar a confiabilidade entre os avaliadores no uso das escalas. A correlação entre as escalas foi verificada pelo teste de Spearman. Resultados: Ambas as escalas, Perme Escore e Escala de Mobilidade na UTI - EMU, foram devidamente traduzidas para o Português falado no Brasil. As características dos pacientes críticos avaliados neste estudo demonstrou uma predominância masculina 56 (54%) com idade média de 52±18 anos, apresentando SAPS 3 = 66 (24%). O principal motivo de internação nas UTIS foi descompensação clínica de origem respiratória (44%). Ambas as escalas apresentaram excelente concordância (k > 0,90) e confiabilidade (alfa > 0,90) para todos os domínios. Na análise de Bland-Altman, constatou-se um baixo viés entre os avaliadores tanto para o EMU (-0,048 ± 0,35) quanto para o Escore de Perme (-0,06 ± 0,73). Os limites superiores e inferiores de 95%de concordância foram de 0,64 a -0,73 para o EMU e de 1,36 a -1,5 para o Perme Escore. Além disso, verificou-se forte correlação positiva entre as duas escalas utilizadas para avaliar os pacientes ( =0,941). Conclusão: A versão em português do Escore Perme de mobilidade em UTI (Perme Escore) e da escala de mobilidade em unidade de terapia intensiva (EMU) apresentaram alta concordância e confiabilidade entre os avaliadores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.08.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KAWAGUCHI, Yurika Maria Fogaça; PIRES NETO, Ruy de Camargo. Validação cultural e confiabilidade das versões em português das escalas de mobilidade na UTI: Perme Intensive Care Unit Mobility Score e Intensive Care Unit Mobility Scale (IMS). 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-26102017-093929/ >.
    • APA

      Kawaguchi, Y. M. F., & Pires Neto, R. de C. (2017). Validação cultural e confiabilidade das versões em português das escalas de mobilidade na UTI: Perme Intensive Care Unit Mobility Score e Intensive Care Unit Mobility Scale (IMS). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-26102017-093929/
    • NLM

      Kawaguchi YMF, Pires Neto R de C. Validação cultural e confiabilidade das versões em português das escalas de mobilidade na UTI: Perme Intensive Care Unit Mobility Score e Intensive Care Unit Mobility Scale (IMS) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-26102017-093929/
    • Vancouver

      Kawaguchi YMF, Pires Neto R de C. Validação cultural e confiabilidade das versões em português das escalas de mobilidade na UTI: Perme Intensive Care Unit Mobility Score e Intensive Care Unit Mobility Scale (IMS) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-26102017-093929/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020