Exportar registro bibliográfico

Suscetibilidade e resiliência aos efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes: estudo da enzima neuronal de síntese do óxido nítrico (nNOS) (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARRILLO, JOSÉ FERNANDO SALVADOR - ICB
  • Unidades: ICB
  • Sigla do Departamento: BMF
  • Subjects: ÓXIDO NITRICO; DEPRESSÃO (FISIOPATOLOGIA); ADOLESCÊNCIA; CAMUNDONGOS; COMPORTAMENTO ANIMAL; METABOLITOS
  • Keywords: Adolescence; Adolescência; Depressão; Depression; Estresse social; nNOS; nNOS; Resilience; Resiliência; Social stress
  • Language: Português
  • Abstract: O cérebro não atinge sua completa maturidade até a idade adulta, tornando os adolescentes especialmente vulneráveis aos efeitos do estresse. Nesta etapa da vida, o bullying é um fator de risco que pode levar ao desenvolvimento da depressão, no entanto, não está claro porque alguns indivíduos são mais suscetíveis que outros. O óxido nítrico (NO), uma importante molécula sinalizadora no organismo, é sintetizada principalmente pela enzima óxido nítrico sintase neuronal (nNOS) no sistema nervoso central. Estudos sugerem que o NO e a nNOS poderiam desempenhar um importante papel na fisiopatologia da depressão, no entanto, ainda não foram realizadas pesquisas sobre a participação da nNOS no fenômeno da resiliência e suscetibilidade à depressão no período da adolescência. Por tanto, o objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes C57BL/6 resilientes e suscetíveis a este tipo de estresse sobre comportamentos emocionais, bem como sobre a expressão gênica, proteica e a atividade enzimática da nNOS em algumas regiões cerebrais. Nossos resultados mostraram que alguns animais expostos ao estresse social prolongado desenvolveram esquiva social (56,7%) no teste de interação social e anedonia (50%) no teste de preferência por sacarose. Estes animais foram denominados suscetíveis. No entanto, outra parcela de animais não mostraram estas alterações comportamentais e foram denominados resilientes. Nossas análises molecularesmostraram que somente os camundongos resilientes apresentaram uma diminuição na expressão proteica e gênica da nNOS no hipocampo (HC) e no córtex pré-frontal (CPF), áreas comumente relacionadas com a depressão. Os camundongos suscetíveis apresentaram valores semelhantes aos controle nessas áreas cerebrais. Curiosamente, o estriado dorsal (ED), área utilizada como controle negativo, apresentou alterações na expressão gênica, proteica e na atividade enzimática nos animais resilientes e suscetíveis. Adicionalmente, foram analisadas as concentrações séricas dos nitratos e nitritos sistêmicos (NOx). Os camundongos resilientes apresentaram maiores concentrações destes metabolitos quando comparado com os animais suscetíveis. Em conclusão, nossos dados mostram que o estresse social prolongado é capaz de induzir comportamentos anedônicos e de esquiva social em camundongos machos adolescentes. As análises moleculares indicam que a resiliência a este tipo de estresse está associada à diminuição gênica e proteica da nNOS no HC e no CPF e ao aumento dos níveis séricos dos NOx. Além disso, as alterações moleculares no ED estariam sugerindo um papel para essa área na resposta do organismo frente ao estresse social
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARRILLO, Jose Fernando Salvador; CHIAVEGATTO, Silvana. Suscetibilidade e resiliência aos efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes: estudo da enzima neuronal de síntese do óxido nítrico (nNOS). 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42136/tde-26102017-153230/ >.
    • APA

      Carrillo, J. F. S., & Chiavegatto, S. (2017). Suscetibilidade e resiliência aos efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes: estudo da enzima neuronal de síntese do óxido nítrico (nNOS). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42136/tde-26102017-153230/
    • NLM

      Carrillo JFS, Chiavegatto S. Suscetibilidade e resiliência aos efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes: estudo da enzima neuronal de síntese do óxido nítrico (nNOS) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42136/tde-26102017-153230/
    • Vancouver

      Carrillo JFS, Chiavegatto S. Suscetibilidade e resiliência aos efeitos da subjugação social prolongada em camundongos machos adolescentes: estudo da enzima neuronal de síntese do óxido nítrico (nNOS) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42136/tde-26102017-153230/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020