Exportar registro bibliográfico

Vermetídeos fósseis como indicadores da variação do nível relativo do mar e de possíveis alterações na circulação costeira no Holoceno ao longo do litoral brasileiro (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: TONIOLO, THIAGO DE FREITAS - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: VERMETIDAE; HOLOCENO; NÍVEL DO MAR; LITORAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta novos dados de paleonível, datação 14C, composição isotópica (δ18O, δ13C) e química (Mg/Ca, Sr/Ca, Ba/Ca) de 103 bioconstruções de vermetídeos amostradas em 18 localidades do litoral brasileiro, desde o Rio Grande do Norte até Santa Catarina, incluindo os arquipélagos oceânicos de São Pedro e São Paulo, Fernando de Noronha e Trindade, e discute, conjuntamente com dados de trabalhos prévios, o comportamento do nível relativo do mar (NRM) ao longo do Holoceno médio / superior e as possíveis alterações oceanográficas regionais ocorridas nesse período. Também é apresentada uma descrição pormenorizada dos componentes bióticos (vermetídeos, algas vermelhas, briozoários e poliquetas) e abióticos (material siliciclástico e diagenético) das bioconstruções, atentando para eventuais padrões de variação temporal e geográfica de suas concentrações, bem como sua possível relação com fatores ambientais. Os dados de paleonível das bioconstruções estudadas abarcam os últimos 6,6 ka cal AP e sugerem que o NRM entre Santa Catarina e Espírito Santo alcançou valor máximo de 3,3 ± 1,0 m em torno de 5,5 ka cal AP e diminuiu constantemente desde então. Diferenças entre os valores médios de δ18O, δ13C e Ba/Ca das amostras de distintas localidades do Sul / Sudeste possivelmente refletem a influência de fenômenos oceanográficos locais / regionais, como os eventos de ressurgência que atingem o litoral do Espírito Santo, a região de Cabo Frio – Cabo de São Tomé (RJ) e o Cabo de Santa Marta (SC) nos meses de verão, e o avanço da Corrente Costeira do Brasil (CCB) desde a Região Sul até São Paulo nos meses de inverno. A consistente diminuição na razão Mg/Ca das conchas de vermetídeos, observada em diversas localidades ao longo do Holoceno superior, pode representar tendência milenar de: (1) queda na temperatura da água, o que poderia decorrer da intensificação da ressurgência costeiranas áreas sujeitas a esse fenômeno e / ou do fortalecimento da CCB; (2) aumento da influência de rios próximos, o que pode estar relacionado com a queda do NRM ou com o aumento da pluviosidade nas bacias de captação desses rios. A alteração nas condições oceanográficas que levou à diminuição da razão Mg/Ca também pode ter acarretado a drástica redução populacional do P. varians, que atualmente é raramente encontrado no Sul / Sudeste do Brasil. Períodos passados de ausência de amostras de P. varians, de 3,5 a 2,5 ka cal AP em Santa Catarina e de 4,6 a 3,6 ka cal AP em Guarapari (ES), sugerem que as condições que levaram ao seu desaparecimento nessas localidades no período atual podem ter ocorrido também no passado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.04.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TONIOLO THIAGO DE FREITAS,; GIANNINI, Paulo César Fonseca. Vermetídeos fósseis como indicadores da variação do nível relativo do mar e de possíveis alterações na circulação costeira no Holoceno ao longo do litoral brasileiro. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
    • APA

      Toniolo Thiago de Freitas,, & Giannini, P. C. F. (2017). Vermetídeos fósseis como indicadores da variação do nível relativo do mar e de possíveis alterações na circulação costeira no Holoceno ao longo do litoral brasileiro. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Toniolo Thiago de Freitas, Giannini PCF. Vermetídeos fósseis como indicadores da variação do nível relativo do mar e de possíveis alterações na circulação costeira no Holoceno ao longo do litoral brasileiro. 2017 ;
    • Vancouver

      Toniolo Thiago de Freitas, Giannini PCF. Vermetídeos fósseis como indicadores da variação do nível relativo do mar e de possíveis alterações na circulação costeira no Holoceno ao longo do litoral brasileiro. 2017 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020