Exportar registro bibliográfico

Evolução sedimentar do Arquipélago de Anavilhanas no baixo Rio Negro, Amazônia Central (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CUNHA, DORÍLIA FERREIRA DA - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: SISTEMAS DEPOSICIONAIS; PALEOCLIMATOLOGIA; LUMINESCÊNCIA; DATAÇÃO GEOLÓGICA
  • Language: Português
  • Abstract: O rio Negro é o maior rio de água preta da Amazônia e sua confluência com o rio Solimões forma o rio Amazonas. O arquipélago de Anavilhanas está localizado na ria do baixo rio Negro e se destaca por sustentar ecossistema particular caracterizado por grande quantidade de lagos e ilhas de floresta de Igapó. Este trabalho tem como objetivo determinar a idade do Arquipélago de Anavilhanas e a relação entre a dinâmica de formação das ilhas e mudanças ambientais, com destaque para variações de precipitação do sistema de monção de América do Sul. Análises de fácies sedimentares e estratigrafia atestam que as ilhas de Anavilhanas possuem substrato formado por sedimentos lamosos na base e no topo separados por sedimentos arenosos. Esta sucessão representa a migração de barras arenosas sobre o substrato lamoso da ria, seguida de estabilização pela formação de planície de inundação lamosa. A datação de sedimentos pelo Método OSL (Optically Stimulated Luminescence) em grãos de quartzo apresentaram idades entre 18751±1919 anos e 12601±943 anos para terraços da margem leste do canal do rio Negro e idades entre 6844±449 anos e 627±58 anos para as ilhas. O desenvolvimento da ria durante o Holoceno, com baixa velocidade de fluxo de água, pontuado por episódios de aumento de aporte sedimentar e maior acumulação de sedimentos arenosos, culminou em agradação de barras arenosas e formação de ilhas pelo acréscimo de sedimentos em suspensão. O período de maior formação de ilhas ocorreu a partir dos últimos ~7 mil anos, primeiro estágio entre 6844±449 e 5276±666, segundo estágio entre 4584±272 a 1115±156 e último estágio entre 783±113 aos dias atuais, sendo que as variações abruptas de precipitação foram responsáveis pelo controle da descarga de sedimentos e o balanço entre erosão e sedimentação no baixo rio Negro. Isto sugere que os arquipélagos presentes em rias dos rios Amazônicos resultam devariações de precipitação no Sistema de Monção da América do Sul durante o Holoceno.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.05.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CUNHA, Dorília Ferreira da; SAWAKUCHI, André Oliveira. Evolução sedimentar do Arquipélago de Anavilhanas no baixo Rio Negro, Amazônia Central. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
    • APA

      Cunha, D. F. da, & Sawakuchi, A. O. (2017). Evolução sedimentar do Arquipélago de Anavilhanas no baixo Rio Negro, Amazônia Central. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cunha DF da, Sawakuchi AO. Evolução sedimentar do Arquipélago de Anavilhanas no baixo Rio Negro, Amazônia Central. 2017 ;
    • Vancouver

      Cunha DF da, Sawakuchi AO. Evolução sedimentar do Arquipélago de Anavilhanas no baixo Rio Negro, Amazônia Central. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021