Exportar registro bibliográfico

A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna de um rio Neotropical: explorando a diversidade taxonômica e funcional ao longo do rio Mogi-Guaçu (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: MISE, FÁBIO TERUO - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: BIOLOGIA; ECOLOGIA; ICTIOLOGIA; FAUNA
  • Language: Português
  • Abstract: A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna é um aspecto bastante abordado em diversas teorias ecológicas em ambientes fluviais, como por exemplo o conceito do Contínuo Fluvial. Essa relação foi testada no presente trabalho, utilizando análises de diversidade taxonômica e funcional, além de modelos nulos e variabilidade intraespecífica. As hipóteses levantadas foram: I) os traços funcionais possuem relação com as características ambientais ao longo do rio; II) os padrões de diversidade funcional e taxonômica alteram-se ao longo do gradiente longitudinal do rio, com aumento no sentido cabeceira - foz; III) a diversidade funcional (diversidade alfa) difere dos padrões estocásticos; IV) há variação intraespecífica nos traços funcionais. Os peixes foram coletados em quatro regiões diferentes na calha principal do rio Mogi-Guaçu, correspondendo ao alto, alto-médio, médio-baixo e baixo. A ictiofauna de cada região foi caracterizada quanto à composição de espécies e traços funcionais, que envolveram aspectos da dieta, morfologia e reprodução. As análises demonstraram relações diretas e inversas entre alguns traços funcionais com o aumento do porte do rio. Ao longo do rio também houve aumento da riqueza taxonômica e funcional, com a troca de espécies e grupos funcionais representando a maior parte da dissimilaridade entre as associações. Os modelos nulos também mostraram que alguns padrões de diversidade não seguem o acaso, indicando a presença de fatores estruturadores entre as associações, como no caso do alto Mogi, que pode ter influência de filtros ambientais resultando em menor diversidade taxonômica e funcional e diferenciação em relação às outras associações. A variabilidade intraespecífica foi importante para alguns traços funcionais, todavia a maior parte da variabilidade na dieta das espécies foi devido ao turnover. As hipóteses foram corroboradas em parte pelos resultados, comexceção da variabilidade intraespecífica. Ainda, a partir dos padrões de diversidade foi possível associar os resultados encontrados com conceitos em ecossistemas fluviais, como o Contínuo Fluvial e o habitat templet
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.05.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MISE, Fábio Teruo; FROEHLICH, Marlene Sofia Arcifa; TERESA, Fabrício Barreto. A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna de um rio Neotropical: explorando a diversidade taxonômica e funcional ao longo do rio Mogi-Guaçu. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.
    • APA

      Mise, F. T., Froehlich, M. S. A., & Teresa, F. B. (2017). A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna de um rio Neotropical: explorando a diversidade taxonômica e funcional ao longo do rio Mogi-Guaçu. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Mise FT, Froehlich MSA, Teresa FB. A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna de um rio Neotropical: explorando a diversidade taxonômica e funcional ao longo do rio Mogi-Guaçu. 2017 ;
    • Vancouver

      Mise FT, Froehlich MSA, Teresa FB. A influência do gradiente longitudinal sobre a ictiofauna de um rio Neotropical: explorando a diversidade taxonômica e funcional ao longo do rio Mogi-Guaçu. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021